Anatomia de um Insecto: relações entre políticos e empresas em Portugal

Irmãos Génios

 

Parece ser consensual que "uma imagem vale 1000 palavras". Que dizer então do campo emergente da Visualização de Dados? A mais recente obra do artista digital Pedro CruzUm Ecossistema Político-Empresarial — faz brilhar nova luz sobre a relação incestuosa entre os políticos e as empresas portuguesas, expondo de forma gráfica e indiscutível a promiscuidade que parece ser pedra angular das trocas entre os sectores público e privado no nosso país.

 


Um Ecossistema Político-Empresarial de Pedro Cruz

 

 

O objectivo da Visualização de Dados é comunicar informação de forma clara e eficaz através de meios gráficos. Embora tenha surgido numa primeira fase associada a áreas como a ciência ou os negócios — para facilitar a visualização de conjuntos de dados demasiado extensos ou complexos — tem, durante a última década, vindo a ser progressivamente aplicada também a outras disciplinas e absorvida pela prática artística.

Um dos exemplos mais canónicos do uso artístico da visualização de dados é o projecto de 2005 We Feel Fine, da autoria de Jonathan Harris e Sep Kamvar. We Feel Fine extrai, a partir de milhões de blogs em todo o mundo, frases que contenham as expressões “I feel” ou “I am feeling”, traduzindo depois estes "sentimentos colhidos" da Internet de forma gráfica e interactiva: o resultado é belo, curioso e viciante.

 


We Feel Fine de Jonathan Harris e Sep Kamvar


 

Em Um Ecossistema Político-Empresarial, as empresas são representadas por círculos e os políticos por insectos que, velozes e determinados, rodopiam de empresa para empresa. Utilizando dados procedentes, na sua maioria, de um estudo efectuado para o documentário "Donos de Portugal", a representação interactiva de Pedro Cruz demonstra assim de forma óbvia uma realidade difícil de traduzir em palavras que não comecem por "F". Mais do que uma obra de arte, Um Ecossistema Político-Empresarial pode ser visto portanto como um "extraordinário serviço público", como aponta um utilizador em comentário no website do projecto.

 

Outras iniciativas portuguesas na área da Visualização de Dados incluem o ProjectoMAP, um mapa de artistas de Portugal, ou o célebre directório Visual Complexity, que coloca em perspectiva diferentes métodos de visualização, atravessando uma série de campos de estudo que vão desde a Biologia às Redes Sociais. Quem tenha interesse neste tema pode ainda consultar uma série de outros directórios como Infosthetics, DataVisualization.Ch, Information is Beautiful ou Visual.ly.

 


Exemplo de visualização de Dados aplicada ao estudo do genoma humano

 

 

A imagem de capa deste artigo é da autoria de Christine Majul.
  • VIRAL
    Houve mudanças. Lê sobre as melhores estratégias ninja para aumentares o alcance dos teus eventos.
  • VIRAL
    O Facebook mudou a forma de exportar os eventos para outras plataformas como a VIRAL AGENDA. Descobre como é simples.
  • VIRAL
    Não gostas de publicidade? Compreendemos perfeitamente, mas dá-nos uma atenção, abrindo a excepção.
  • VIRAL
    O Facebook alterou recentemente a política e acesso aos dados, restringindo temporariamente a divulgação de eventos.
  • ROTEIRO
    Actividades de sobra para esta páscoa, especialmente para as crianças e família
  • ROTEIRO
    Revelado o cartaz do Primavera Sound deste ano, aqui fica o relato inédito de Señor Pelota da edição de 2017.
  • ROTEIRO
    Uma exposição de Ivo Purvis sem receita nem prescrição, sem briefing nem cliente.
  • ROTEIRO
    O New Art Fest projecta sobre Lisboa propostas promissoras no campo da cultura digital.
  • ROTEIRO
    Nostalgia, revivalismo e clássicos aos molhes no Teatro Aveirense.
  • ROTEIRO
    Será possível uma cultura alternativa em Aveiro? Com certeza.
  • ROTEIRO
    Actividades para miúdos e graúdos, e uma impressionante selecção musical.
  • ROTEIRO
    Ganha 5 convites duplos para a edição de 2016 do Festival FORTE!!!
  • ROTEIRO
    DJ e radialista, Señor Pelota fala-nos de 3 dias de grande música, sem filas nem atropelos.
  • ROTEIRO
    Uma noite com raízes sonoras em Detroit e os olhos postos no clássico de Kubrick.
  • ROTEIRO
    7 eventos a não perder este fim-de-semana em Lisboa!
  • ROTEIRO
    7 cenas mesmo fixes para fazer durante o fim-de-semana prolongado no Porto!
  • SINTOMAS
    Estar na moda ou praticar um consumo responsável? Porque não os dois?
  • VIRAL
    Uma aplicação móvel da VIRAL? Gratuita? Estamos a tratar disso. Dás uma ajuda?
  • ROTEIRO
    Amplamente respeitados, inexplicavelmente desconhecidos ou apenas perfeitamente bizarros.
  • ROTEIRO
    9 eventos incríveis escolhidos a dedo para esta semana!