Fechar Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
19:00 até às 20:00
LUZ NEGRA | RASTRO, MARGEM, CLARÃO ● Terceira Pessoa

LUZ NEGRA | RASTRO, MARGEM, CLARÃO ● Terceira Pessoa

5€ - 7.5€
LUZ NEGRA | RASTRO, MARGEM, CLARÃO  Terceira Pessoa
6-7 mai  qui-sex  19h

 & 
m/ 16  dur: 65 min
7€ - 5€ [desconto]
reservas@ruadasgaivotas6.pt

 Abertura bilheteira: 18H30
 Utilização de máscara obrigatória no interior
 Atendendo a lotação limitada, aconselha-se a pré-reserva ou a compra antecipada (via transferência bancária) de bilhete.

+ɪɴғᴏ  https://bit.ly/3twQ3wa

http://terceirapessoa.pt/


[pt]

LUZ NEGRA é uma performance de Ana Gil e Nuno Leão criada no contexto do projeto pluridisciplinar “Rastro, Margem, Clarão”, no qual um colectivo de criadores em artes performativas, artes visuais e ensaístas se propuseram pensar a escrita de Rui Nunes (n. 1945) nas suas heterogeneidades, nódulos temáticos e inquietações, numa abordagem arrojada e heuristicamente transdisciplinar.
A obra deste autor está repleta de elementos que assumem a escrita enquanto ato performativo: as páginas enchem-se de vazios, brancos, destacados a negro, rasuras, frases truncadas. Assim, a escrita parece convocar menos uma leitura e mais uma visão, aproximando-se do que há de a-verbal nos modos de coexistência entre diferentes sujeitos (aquilo que Jacques Rancière designa como “partilhas do sensível”), o seu excedente semiótico ou comunicacional, como acontece com os nossos gestos, a respiração, os movimentos do nosso corpo. Portanto, é todo um registo que se consagra na performatividade, na violência e no fulgor do corpo in actu (o corpo que se realiza verdadeiramente enquanto dura a performance).

É a partir destes elementos que Ana Gil e Nuno Leão – diretores artísticos da Terceira Pessoa – criam e apresentam uma performance em que o corpo se procura construir enquanto lugar e em que o próprio espaço devém um corpo em construção. Que lugar é esse onde hesitamos entre a perfeição e o desastre?



CRIAÇÃO E INTERPRETAÇÃO Ana Gil e Nuno Leão, a partir da escrita de Rui Nunes
DIREÇÃO TÉCNICA LUZ E SOM pedro fonseca / colectivo, ac
CONCEPÇÃO ESPAÇO CÉNICO Ana Gil, Nuno Leão, pedro fonseca
CONSTRUÇÃO ESPAÇO CÉNICO colectivo, ac
PESQUISA E TEORIA Diogo Martins
MÚSICA “Las Islas Ressonantes” de Eliane Radigue
DESIGN DE COMUNICAÇÃO Cátia Santos
VÍDEO DE CENA Tiago Moura
FOTOGRAFIA DE  CENA Alípio Padilha, Susana Paiva, Tiago Moura, Valter Vinagre
PRODUÇÃO EXECUTIVA Bruno Esteves
PRODUÇÃO Terceira Pessoa – Associação
FINANCIAMENTO Direção Geral das Artes / República Portuguesa – Cultura, Cine-Teatro Avenida Castelo Branco
RESIDÊNCIAS DE CRIAÇÃO Fábrica da Criatividade, Rua das Gaivotas 6, Cão Solteiro Residências, O Espaço do Tempo



--

[en]

Black Light is a performance by Ana Gil and Nuno Leão, developed in the context of “Trace, Margin, Flash”, a multidisciplinary project concerning the universe found in the writings of Rui Nunes (b. 1945), involving creators from the areas of performing arts, visual arts and education.

Nunes’ work is full of elements that take writing as a performative act: the pages are filled with spaces, blanks, highlights in bold, crossings-out, phrases cut short. In this way, his writing seems to invite less of a ‘reading’ and more of a ‘gaze’, leading us to what is non-verbal in the modes of coexistence between different subjects (that which Jacques Rancière calls “the distribution of the sensible”), with its semiotic and communicative surplus, such as occurs in our gestures, our breathing, and in the movements of our body. Thus, taken as a whole, it is a record dedicated to the performativity, violence and glow of a body in actu (a body that becomes truly itself as long as the performance continues).




CREATED AND PERFORMED BY Ana Gil and Nuno Leão
LIGHT AND SOUND TECHNICAL DIRECTION pedro fonseca / colectivo, ac
SCENIC SPACE CONCEPTIONAna Gil, Nuno Leão, pedro fonseca
SCENIC SPACE CONSTRUCTIONcolectivo, ac
RESEARCH AND THEORY Diogo Martins
MUSIC “Las Islas Ressonantes” de Eliane Radigue
COMMUNICATION DESIGN Cátia Santos
STAGE VIDEO Tiago Moura
STAGE PHOTOGRAPHY Alípio Padilha, Susana Paiva, Tiago Moura, Valter Vinagre
EXECUTIVE PRODUCTION Bruno Esteves
PRODUCTION Terceira Pessoa – Associação
SUPPORTED BY Direção Geral das Artes / República Portuguesa – Cultura, Cine-Teatro Avenida Castelo Branco
ARTISTIC RESIDENCES Fábrica da Criatividade, Rua das Gaivotas 6, Cão Solteiro
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android