Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
19:30 até às 22:30
Lena d’Água e a Banda Xita > Coruchéus

Lena d’Água e a Banda Xita > Coruchéus

Grátis
Em Janeiro deste ano, na Galeria Zé dos Bois, acompanhados por músicos recrutados ao colectivo Xita Records, Primeira Dama e Lena d'Água revisitaram o cancioneiro um do outro, juntando aos clássicos da cantora o ainda fresco repertório de "Histórias por Contar" e "Primeira Dama", discos editados pelo músico em 2016 e 2017.
Ícone da pop-rock portuguesa, Lena d’Água começou a cantar na década de 70, ficando pra história como a primeira mulher a integrar uma banda rock como vocalista, neste caso os progressivos Beatnicks. Enturmou-se e potenciou (n)o tecido criativo e editorial da música popular em expansão no dealbar dos 80 e afirmou-se como um dos corpos e almas do convencionado boom do rock português. Primeiro com os Salada de Fruta e depois a Banda Atlântica, antes de se aventurar a solo com exponencial sucesso, sempre apoiada pelo cúmplice criativo Luís Pedro Fonseca, até ao LP “Aguaceiro” de 1987, já composto com um leque de autores convidados. Acercou-se do círculo de músicos do Hot Club de Lisboa no final de uma década 90 difícil e anos depois grava repertório seu e não só com arranjos jazz em “Sempre” que sai com selo Blue Note em 2007. No ano passado viu o single em 12’' vinil “Jardim Zoológico / Tao”, dois temas de 83 e 86 respectivamente, lançado pela neozelandesa Strangelove, para o circuito internacional das reedições de música de dança, que acolheu entusiasticamente as duas canções pop elegantemente exóticas.
Esta filha e irmã de dois heróis que marcaram a história do Benfica apresenta-se no coração do bairro de Alvalade com a Banda Xita, capitaneada por Primeira Dama (nas teclas e voz), e incluindo Inês Matos (na guitarra), António Queiroz (no baixo), João Raposo (nas teclas, voz e electrónica) e Martim Brito (na bateria).

Uma co-produção Filho Único, EGEAC Cultura em Lisboa, Galerias Municipais de Lisboa e MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA - MUSEU DO CHIADO

Entrada LIVRE
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android