N/D
PAR(S) 4 - Diogo Baldaia & Daniel Seabra - Alta Morte
© DR

PAR(S) 4 - Diogo Baldaia & Daniel Seabra - Alta Morte

!!! 
Relying on my sense of smell, I search
Turning round and round, it's not hard to find
But it is high, I cannot reach
I get so thirsty I can't stand it anymore
I drink water
The White Cat That Shone like Sunlight
Hiromi Itô

Num mundo crescentemente digital e em velocidade, surge a necessidade abrandarmos e de desenvolvermos novos formatos de apresentação e sobretudo novos formatos de criação e modos de trabalho que nos permitam continuar a consolidar os trabalhos artísticos, na realidade atual. Numa temporada híbrida entre o presencial e o digital, o Teatro Municipal do Porto convida 8 artistas para uma colaboração especial, desenhada especificamente para as plataformas online, onde um realizador e um artista performativo, em dupla, a par e par e numa relação de igualdade, são convidados a criar um novo objeto digital que cruze os seus universos e discursos. A imagem em movimento cruza-se assim com as áreas da dança, circo contemporâneo, literatura, teatro e formas animadas, permitindo também desta forma que vários públicos, mesmo os mais distantes, possam aceder a estes trabalhos.

DIOGO BALDAIA nasceu no Porto e cresceu na cidade da Maia. Estudou na Escola Superior de Teatro e Cinema, em Lisboa, onde se licenciou em Realização e Imagem. Tirou mestrado em Artes Plásticas na KASK Conservatorium, em Ghent, na Bélgica. Trabalhou e viveu em Bruxelas antes de regressar para Portugal, onde vive atualmente entre o Porto e Lisboa. Os seus filmes foram premiados e exibidos em festivais de cinema nacionais e internacionais, tais como o Festival Internacional de Roterdão, Viena Shorts, Festival de Hamburgo, IndieLisboa, entre outros.
Encontra-se atualmente a trabalhar na sua primeira longa-metragem.

DANIEL SEABRA é natural do Porto. Iniciou o seu percurso artístico em 2010, especializando-se em acrobacia aérea pelo Chapitô – Escola profissional de artes e ofícios do espetáculo, tendo sido aluno de mérito durante 3 anos consecutivos, ganhando a bolsa Talento Nacional – BES 2013. Trabalhou como aerealista para Royal Circus (2013), Cirque Pinder (2014), entre outros. Colaborou, ainda, com companhias como La Fura dels Baus, Companhia da Esquina, Teatro Experimental do Porto (TEP), Teatro Cão Solteiro, Chapitô, entre outras. Em 2016, cocriou Água mole em pedra dura com apresentação no Trengo Festival de Circo do Porto, M.A.R. – Mostra de Artes de Rua, e outros festivais. Em 2017 trabalhou com João Pedro do Vale e Nuno Alexandre Ferreira, em Palhaço rico fode palhaço pobre para a BoCA – Biennial of Contemporary Arts. Participou na criação da Companhia Erva Daninha – Savar AM. Em 2018 dirigiu o projeto Fractions of a Whole, inserido no Festival Imaginarius. Em 2018 estreia o seu primeiro solo Crisálida, inserido na Mostra Estufa, um projeto da Companhia Erva Daninha. Em 2019, desenvolve a sua nova criação multidisciplinar [HOSE], um processo criativo que conta com o apoio do festival LEME e da Fundação Calouste Gulbenkian, através do programa Novos Talentos em Dança 2019. Em 2020 dirige e interpreta Por um Fio, uma produção da companhia Erva Daninha em coprodução com o Teatro Municipal do Porto e faz parte também do elenco do circo do coliseu do Porto. Como criador o foco da sua pesquisa está na fusão do circo com outras linguagens artísticas, de forma a percecionar a contaminação que as disciplinas têm entre si, desafiando novas abordagens e perspetivas performativas.

Fonte: http://www.teatromunicipaldoporto.pt/pt/programa/par-s-4-diogo-baldaia-daniel-seabra-alta-morte/
Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android