18:30
Lançamento de “Este Título Não que é Muito Longo” de Rui Pina Coelho

Lançamento de “Este Título Não que é Muito Longo” de Rui Pina Coelho

Este título não que é muito longo,Rui Pina Coelho, Textos para teatro (2011-2018)  Apresentação da Obra por Christine Zurbach e Paula Vidigal  Leitura encenada de trecho de Nós somos os Rolling Stones Uma extravagância taumatúrgica, pelo Grupo de Teatro da SOIR orientada por Vanda R Rodrigues.

Estes textos foram escritos, na sua maioria, no convívio electivo com o TEP – Teatro Experimental do Porto. São textos que foram dando voz a um projecto dramatúrgico que fomos ensaiando em quase uma década de trabalho. Dito isto, e não obstante a especificidade do contexto de origem de cada uma destas peças, são também textos que nascem a montante e que espero que possam viver a jusante das suas circunstâncias de génese. É por isso que os textos surgem aqui sem datas de estreia ou referências completas às suas equipas de criação dos espectáculos. Gostava que se pudessem libertar delas. Não lhes exijo nem espero uma segunda vida, mas não gostava que este volume fosse entendido como um cemitério de memórias e espectáculos passados. Rui Pina Coelho

Duração: aprox. 70 minutos. Espaço com acesso condicionada por escadas Biografia // Rui Pina Coelho Nasceu em Évora, em 1975. É Professor Auxiliar na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Doutorado em Estudos Artísticos – especialidade em Estudos de Teatro pela FLUL, é investigador no Centro de Estudos de Teatro da FLUL, na linha de trabalho “Discursos Críticos nas Artes Performativas”. Dirige a Sinais de Cena – Revista de estudos de teatro e artes performativas. Publicou António Pedro (Coleção Biografias do Teatro Português, CET/ TNDMII/ IN-CM, 2017); A hora do crime: A violência na dramaturgia britânica do pós-Segunda Guerra Mundial (1951-1967) (Peter Lang, 2016); Casa da Comédia (1946-1975): Um palco para uma ideia de teatro (INCM, 2009); Inesgotável Koltès: Dois ensaios sobre Na solidão dos campos de algodão de Bernard-Marie Koltès (ESTC, 2009); Às vezes quase me acontecem coisas boas quando me ponho a falar sozinho (Companhia das Ilhas, 2013) e Já passaram quantos anos perguntou ele e outros textos (Húmus/TEP, 2013), entre outros títulos. Coordena o volume Teatro Contemporâneo Português: Experimentalismo, Política e Utopia [título provisório] (TNDMII/Bicho do Mato, 2017). Coordena o Laboratório de Escrita para Teatro, do Teatro Nacional D. Maria II, desde 2015. Como autor, dramaturgista ou tradutor colaborou com Trimagisto – Cooperativa de Experimentação Teatral, Teatro o Bando, TEUC, Teatro dos Aloés, Projecto Ruínas, CENDREV e Mundo Razoável. Desde 2010, colabora regularmente com o TEP – Teatro Experimental do Porto, enquanto dramaturgo e dramaturgista.

Fonte: https://www.cm-evora.pt/eventos/lancamento-de-este-titulo-nao-que-e-muito-longo-de-rui-pina-coelho/
Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android