15:00 até às 19:00
EMOTIONAL LANDSCAPES ⬤ Bárbara Bulhão

EMOTIONAL LANDSCAPES ⬤ Bárbara Bulhão

Grátis
   ́ ̃
  
21 Jun - 15 Jul 2021
SEG/mon - FRI/sex | 15h-19h

 & 
Entrada livre

 Abertura de porta: 15h - 19h
 Utilização de máscara obrigatória no interior
 nº máx. de visitantes na exposição: 6px

+ɪɴғᴏ  https://bit.ly/3scGYIs

[pt]
Uma lâmpada ilumina a sala intermitentemente, entre o preenchimento lumínico total e a sua ausência. As variações de luminosidade e de cor que vão ocorrendo possibilitam diversas formas de percepção do espaço e das obras expostas, pinturas de paisagens imaginárias.

A passagem, entre a aferição visual e a perda das coordenadas de percepção retiniana, evoca uma transição entre a externalização pública e a internalização privada do corpo. A luz expõe os movimentos e a formação discursiva gestual diante de outrem; a escuridão, embora possa denotar um certo grau de desconforto, dá espaço à expansão do íntimo e a momentos de introspecção, interrompendo a necessidade incessante de calibrar os comportamentos corporais e as estruturas racionais perante o outro.

É nos intervalos entre estas duas posições que se desdobra a reflexão fenomenológica do espectador, tanto a partir da observação e reflexão das obras expostas, como na inflexão destas como plataformas de potência à imaginação, mantendo em aberto as ressonâncias entre ambas.

[Pedro Gonçalves]
---
[en]
A lamp lights the room intermittently, between total luminosity and its absence. The variations in luminosity and colour that occur make possible various forms of perception of the space and of the works exhibited, paintings of imaginary landscapes.

The passage between visual gauging and the loss of the coordinates of retinal perception evokes a transition between the public externalisation and the private internalisation of the body. The light exposes the movements and the discursive gestural formation before the other; the darkness, although it may denote a certain degree of discomfort, makes room for the expansion of the intimate and for moments of introspection, interrupting the incessant need to calibrate bodily behaviours and rational structures before the other.

It is in the intervals between these two positions that the viewer’s phenomenological reflection unfolds, both from the observation and reflection of the exhibited works, and in the inflection of these as platforms of power to the imagination, keeping open the resonances between both.

[Pedro Gonçalves]
Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android