Fechar Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
N/D
Cláudia Varejão & Joana Castro - Ø ilha
© DR

Cláudia Varejão & Joana Castro - Ø ilha

A Ø ilha é composta por diversas paisagens dentro de uma só paisagem. São territórios vividos e moldados pelo tempo interior e exterior. Nesta ilha não há territórios privatizados. São paisagens que não se acomodam: expandem-se através de encontros, embates, pressões e fricções. Entre o silêncio e a intimidade, novas ilhas são esculpidas, num encontro possível entre a vida e a morte.

CLÁUDIA VAREJÃO nasceu no Porto e estudou realização no Programa de Criatividade e Criação Artística da Fundação Calouste Gulbenkian em parceria com a German Film und Fernsehakademie Berlin e na Academia Internacional de Cinema de São Paulo. Estudou ainda fotografia no AR.CO Centro de Arte e Comunicação Visual em Lisboa. É autora da triologia de curtas-metragens Fim-de-semana, Um dia Frio e Luz da Manhã. Ama-San, retrato de mergulhadoras japonesas, foi a sua estreia nas longas metragens, recebendo dezenas de prémios em todo o mundo, seguindo-se No Escuro Do Cinema Descalço Os Sapatos, filme que acompanha a intimidade de um grupo de bailarinos de uma companhia de dança. Amor Fati é o seu mais recente filme e Lobo e Cão, em fase de preparação, devolverá novamente o seu olhar à ficção. Os seus filmes têm sido selecionados e premiados pelos mais prestigiados festivais de cinema, passando por Locarno, Roterdão, Visions du Reel, Cinema du Reel, Karlovy Vary, Art of the real - Lincoln Center, entre muitos outros. A par do seu trabalho como realizadora desenvolve um percurso como fotógrafa e é professora convidada no AR.CO e na Universidade Católica do Porto. O seu trabalho, tanto no cinema como na fotografia, documentário ou ficção, vive da estreita proximidade com os seus retratados.

JOANA CASTRO (1988, Porto) desenvolve o seu trabalho entre a dança, a performance e o som, apresentando as suas obras em Portugal, França, Bélgica e Alemanha. Iniciou os seus estudos no curso de dança no Balleteatro Escola Profissional em 2003, frequentou o curso PEPCC (Programa de Estudo, Pesquisa e Criação Coreográfica) no Fórum Dança em 2008, foi bolseira do NEC em 2009, em 2013 participa no DanceWeb Scholarship Programme em Viena e em 2016/17 frequenta a pós-graduação de especialização em performance na Faculdade de Belas Artes do Porto. No seu percurso enquanto performer colaborou com Né Barros, Victor Hugo Pontes, Ana Borralho e João Galante, Flávio Rodrigues, Joana Providência, Joclécio Azevedo, Juliana Snapper, Carlota Lagido, entre outras. Atualmente encontra-se em palco com o seu mais recente projeto RITE OF DECAY, em criação de “Darktraces”, performance a estrear no Festival DDDout em Abril de 2021, "and STILL we MOVE" em colaboração com Maurícia | Neves, a estrear na BoCA em Outubro de 2021, “MINA” de Carlota Lagido com estreia em Março de 2021 e “Danças precárias” de Bruno Alexandre com estreia em Abril de 2021. É artista associada do Visões Úteis.

Fonte: http://www.teatromunicipaldoporto.pt/pt/programa/claudia-varejao-joana-castro-o-ilha/
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android