Fechar Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
18:00
Residência Aberta com Lara Mesquita - 'Eu nunca”: Debate sobre racismo invisível

Residência Aberta com Lara Mesquita - "Eu nunca”: Debate sobre racismo invisível

Grátis
RESIDÊNCIA ABERTA 
Mostra de artistas em residência
Debate 
Lara Mesquita
27 Nov. 18h 
Palácio Visconde da Graça, Largo do Intendente 35
 
As Residência Abertas são um momento de partilha dos processos de criação dos artistas que estão em residência no LARGO. Um espaço que interpela o trabalho de cada um(a) com os primeiros olhares do público. Um encontro antes do fim, para que durante cada criação novas questões e experiências proporcionem mais caminhos em cada pesquisa.
Convidamos Lara Mesquita para participar nesta Mostra aberta ao público.

//
“Eu nunca”: Debate sobre racismo invisível 

"SEMPRE QUE ACORDO", de Lara Mesquita, é um espectáculo que analisa o racismo estrutural, em Portugal, como factor determinante na construção da identidade de duas mulheres negras portuguesas. 
Para a primeira residência aberta, Lara Mesquita e Cirila Bossuet, intérpretes de "SEMPRE QUE ACORDO", propõem um debate sobre “racismo invisível”. Uma espécie de “Eu nunca” dos comportamentos racistas que perpetuamos de forma inconsciente. Partindo de questões basilares do espectáculo, o público será convidado a desconstruir certos comportamentos discriminatórios e a organização social imposta, sintomas do racismo estrutural que caracteriza a nossa sociedade. 

//

M/6

Entrada gratuita com lotação limitada
Reservas: producao@largoresidencias.com

No âmbito da Residência Artística no LARGO Residências

Com o apoio de: 
Fundação Calouste Gulbenkian (Fundo de Emergência Covid 19)
Câmara Municipal de Lisboa - RAAML (Regulamento de Atribuição de Apoios pelo Município de Lisboa)
Junta de Freguesia de Arroios

//
SEMPRE QUE ACORDO 
Uma criação de Lara Mesquita
Com Lara Mesquita e Cirila Bossuet

Num dispositivo de conferência-performance, duas mulheres negras inventariam o trauma do racismo português. Perante a consciencialização dessa “condição especial” de existir e depois da investigação dos seus efeitos na construção da identidade dessas mulheres, "SEMPRE QUE ACORDO" acontece como meio de denúncia de informação “privilegiada”.

Biografia e memória. 
Análise e interpretação. 
Partilha.

A palavra [preta] significa infortúnio. Quer dizer desafortunada, malfadada. Significa condenada. Mas eu não sou o significado de um nome que não escolhi. (Em “Desdémona”, de Toni Morrisson)

Estreia de 21 a 31 de Janeiro de 2021 no CAL – Centro de Artes de Lisboa 

+ http://www.largoresidencias.com/projectos/sempre-que-acordo-lara-mesquita
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android