16:00 até às 19:00
Chamber | Igor Jesus

Chamber | Igor Jesus

CHAMBER
Igor Jesus
7 de Novembro, 16h-19h
Capela Carlos Alberto, Jardins do Palácio de Cristal, Porto

“Chamber”, exposição de Igor Jesus em colaboração com Daniela Agostinho e Ana Cristina Cachola, integra o programa “Fleshing out the Image”, um projecto desenvolvido com o apoio do Criatório - Apoio à Criação Artística Contemporânea. 


Em “Chamber”, exposição concebida para a capela de Carlos Alberto nos Jardins do Palácio de Cristal, Igor Jesus apresenta um conjunto de obras que explora a substância fónica da imagem em movimento. Através de um metabolismo tecnológico em que células fotossensíveis desencadeiam um processo de criação sonora, “Chamber” transforma o espaço da capela numa caixa de ressonância que interage com as condições lumínicas envolventes. A exposição dá corpo à pesquisa de Igor Jesus em torno do legado de Drexciya, grupo de techno de Detroit, cujo universo sónico e imaginário subaquático se consubstanciam num organismo - tanto audiovisual quanto escultórico - em que imagem e som se constituem e transfiguram mutuamente.

A exposição estará patente durante o dia 7 de Novembro, das 16h às 19h. “Chamber” terá ainda uma extensão sob a forma de uma biblioteca sonora, disponibilizada no website do projecto.

“Fleshing out the Image” constitui um programa artístico em torno da biopolítica das imagens e a materialidade estética e política da imagem em movimento. O programa é composto por uma residência, uma exposição, e uma série de palestras intitulada “Fleshing out the Image: Pleasure and Refusal in Contemporary Aesthetics”, que será disponibilizada no website do projecto ao longo dos meses de Novembro e Dezembro de 2020. 

Igor Jesus (Lisboa, 1989) vive e trabalha em Lisboa. É licenciado em Escultura pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa. Esteve em residência de duração anual na Künstlerhaus Bethanien, em Berlim, até Dezembro de 2017, com apoio da Fundação Calouste Gulbenkian. Foi finalista da edição 2017 do Prémio Novos Artistas da Fundação EDP, e nomeado para o 11º Prémio Amadeo-Souza Cardoso. Venceu, em 2013, o 1.º Lugar no concurso do ICA (Instituto do Cinema e do Audiovisual) para a realização de uma curta-metragem.

Exposições individuais recentes incluem “Safelight”, Galeria Filomena Soares, Lisboa (2019), “Strobe”, ArtWorks (2019), “Bound to the Earth”, Kunstraum Botschaft, Berlim (2018), “Love you to the Bones”, Künstlerhaus Bethanien, Berlim (2017), “Amar-te os Ossos”, Galeria Filomena Soares, Lisboa (2017), “Chessari”, Galeria Solar, Vila do Conde (2016). Entre as mais recentes exposições colectivas contam-se “Depois do Estouro”, Galeria Municipal do Porto (2019), “Murro no Estômago”, Galeria da Boavista, Lisboa (2019), “Ponto de Fuga”, Cordoaria Nacional, Lisboa (2019), TAWAPAYERA, Atelier- Museu Júlio Pomar, Lisboa (2017), “Prémio EDP Novos Artistas”, Fundação EDP (2017), “HangarOut - EntreLinhas”, Palácio Marquês de Abrantes (2017), “Colaboração”, na Quinta do Quetzal (2017); “THEM OR US”, Galerias Municipais do Porto (2017), “Estranhos Dias Recentes”, Atelier-Museu Júlio Pomar (2017) e “Artists’ Film International” (screenings no MAAT, Lisboa, Whitechapel Gallery, Londres, Istanbul Modern, Turquia, GAMeC – Galleria d’Arte Moderna e Contemporanea di Bergamo, Itália, e Project 88, Bombaim, Índia, 2016). 


O acesso à exposição é condicionado às seguintes regras:
- Utilização obrigatória de máscara.
- Desinfecção das mãos com álcool-gel à entrada (disponível no local).
- Distanciamento obrigatório de dois metros entre visitantes.
- Permanência exclusiva de três visitantes na exposição.
- Duração máxima por visita de 15 minutos.
Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android