Fechar Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
19:00 até às 22:00
Recital de liuto a 6 cori por SIMONE VALLEROTONDA em Lisboa

Recital de liuto a 6 cori por SIMONE VALLEROTONDA em Lisboa

O Tour Raffaello 2020 que tem como protagonista o alaudista Simone Vallerotoda chega a Portugal com dois recitais de liuto a 6 cori, organizados pelo Instituto Italiano de Cultura de Lisboa, em colaboração com o CIDIM - Comitato Nazionale Italiano Musica, no âmbito do Projeto SUONO ITALIANO, no Palácio Nacional da Ajuda em Lisboa (9 de Outubro) e no Museu Nacional Machado de Castro em Coimbra (10 de Outubro).

O projeto musical PUNCTUM CONTRA PUNCTUM. Simetrias e Visões no Renascimento italiano, criado por Simone Vallerotonda a fim de homenagear o “Príncipe dos pintores” no V centenário da morte, prevê um programa dedicado ao renascimento italiano com músicas de Joan Ambrosio Dalza, Francesco Spinacino, Vincenzo Capirola, Marco Dall’Aquila, Anonimo, Alberto da Ripa, Hans Newsidler, Francesco da Milano. No fundo serão projetadas algumas imagens que representam obras de Rafael.

Além disso, por ocasião do início do segundo ciclo de podcast “Aria d’Italia” promovido pelo Instituto Italiano de Cultura, o alaudista Simone Vallerotonda deu uma entrevista ao jornalista Marcello Sacco (publicada no canal Youtube do IIC ao link https://youtu.be/QRqDKEV_a4s) durante a qual nos leva numa viagem à descoberta do seu magnífico instrumento, o alaúde, e da musica do tempo de Raffaello Sanzio, reportório que está na base dos dois concertos do tour português.

“…A experimentação contrapontista ligada à linguagem modal, a serviço das possibilidades expressivas de instrumento, é a verdadeira novidade deste repertório, muitas vezes lido apenas com um olho "simétrico", que no entanto é caraterístico do século em todas as suas formas de arte. Mas, além da simetria e da pesquisa do "relacionamento perfeito" inspirado no cânone da Beleza da Grécia antiga, existem, mais ocultas e menos vistosas na sua expressão, diria talvez mais elegantes, muitas pequenas tentativas de ir além da forma perfeita do círculo. Tudo habilmente atuado com matizes menos fortes do que aqueles que serão típicos de século seguinte, o Barroco, mas não menos concretas e sugestivas na sua eficácia. Aqui é como o domínio visionário de peças muitas vezes curtas, essenciais na busca de sons, tecnicamente entre os pontos mais elevados e difíceis da literatura do instrumento, que abrem vislumbres do futuro, brilham como um diamante que reflete inúmeras perspetivas e têm na sua completude minimal toda a profundidade desse busca da perfeição que nunca chega a fechar o círculo …” (Simone Vallerotonda)

Nascido em Roma em 1983, Simone Vallerotonda começou a estudar com Andrea Damiani no Conservatório “Santa Cecilia” de Roma, onde se formou com nota máxima. Posteriormente, obteve um mestrado em Tiorba e Guitarra Barroca com nota máxima na "Staatliche Hochschule für Musik" em Trossingen, sob a orientação de Rolf Lislevand. Formou-se com louvor em Filosofia na Universidade "Tor Vergata" de Roma e especializou-se em Estética com louvor, dedicando-se à relação entre a música do século XVIII e a Enciclopedistas. Em 2011 foi o melhor classificado na secção solo no Concurso Internacional de Alaúde “Maurizio Pratola” e vencedor do concurso REMA (Rèseau Européen de Musique Ancienne) no seção de música de câmara.

Tocou nos mais prestigiados teatros e salas de concertos do mundo e nos mais importantes Festivais internacionais. Gravou para importantes emissoras de rádio e televisão e, para além de sua atividade solo, ele colabora como continuísta com vários conjuntos e prestigiadas orquestras.

É professor de alaúde no conservatório “G. Rossini ”de Pesaro e colabora com os conservatórios “L. Refice "de Frosinone e “G. B. Martini ”de Bolonha, com uma cadeira de projeto.

É o fundador de "I Bassifondi", o seu ensemble com o qual propõe o repertório para guitarra, tiorba e alaúde dos séculos XVII e XVIII com o baixo contínuo.

É suportado pelo  CIDIM – Comitato Nazionale Italiano Musica, tanto em sua atividade solo como na sua atividade com o ensemble "I Bassifondi".

www.simonevallerotonda.com
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android