Fechar Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
17:00
ALIEN - 03 OUT 2020

ALIEN - 03 OUT 2020

No quarto tomo deste programa dá-se espaço a uma das referências cinematográficas menos evidente do olhar de Arthur Jafa, o seu interesse pelo cinema popular de ficção-científica. O artista sempre procurou defender a pluralidade dos seus interesses e a complexidade dos seus gostos (tanto no cinema, como na música). Enquanto jovem adolescente a experiência de assistir, em sala, ao épico espacial de Stanley Kubrick enformou e informou definitivamente a relação de Jafa com as imagens em movimento e os sons que as acompanham, dando-lhe consciência do poder transformador do cinema. 2001: AS pace Odyssey tornou-se, assim, não só num modelo para as potencialidades do médium, mas também num objeto de culto pessoal. No contexto deste ciclo, o filme é apresentado como reflexo do seu tempo, o final dos anos 1960, encontrando-se nele vestígios da ansiedade branca provocada pela luta pelos direitos civis dos negros nos Estados Unidos da América.

Arthur Jafa encontra na brancura futurista e opressiva do universo imaginado por Kubrick o medo de uma aniquilação genética, promovendo uma leitura psicanalítica do filme que suscita uma releitura do mesmo à luz da inevitável miscigenação da América. O género da ficção-científica, tanto no cinema como, antes, na literatura, sempre se deu a leituras sociais mais ou menos metafóricas. O artista reapropria essas leituras, na maioria das vezes reveladoras do racismo inerente às obras, para descobrir nelas figuras de força e poder emancipatórios. Disso é exemplo, também, a forma como interpreta o Alien, outro dos filmes fundadores da sua cinefilia, enquanto criatura ostensivamente negra, cujo único propósito é engravidar uma tripulação (quase inteiramente branca) de novos seres negros. O espaço como microcosmos alegórico da sociedade, onde se revelam os traços de um passado colonial opressor (renovado pelas novas formas de colonização interplanetárias) e as utopias galácticas de uma recomposta relação inter-racial.


Auditório do Museu
Horário: 17:00

ALIEN
Ridley Scott
USA | 1979 | 117 min.


Fonte: https://www.serralves.pt/atividades-serralves/2010-alien/
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android