Fechar Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
17:00
ARQUINTETO

ARQUINTETO

No próximo dia 27 de setembro, o ArQuinteto leva aos palcos obras de Johann Strauss Jr., Endre Szervánszky, Dentes Agay, Jacob Gade e Zequinha Abreu.
	Dando início à sua temporada de 2020, neste programa o ArQuinteto apresenta um conjunto de obras contrastantes que evidenciará a textura e paleta sonora deste quinteto de sopros. Algumas das obras são novas no seu repertório, como o é o caso do Quinteto para Sopros nº1 de Endre Szervánszky, e outras são êxitos revisitados, como o Tango Jalousie, de Jacob Gade e o Tico-tico, de Zequinha Abreu, naquela que promete ser uma verdadeira e eclética experiência musical para o deleite do ouvinte.
Five Easy Dances, do compositor húngaro Denes Agay, é um conjunto de cinco pequenas danças de caráter leve e humoral. As cinco danças são provenientes de diferentes culturas e na sua escrita o compositor faz por evidenciar as diferentes valências de cada instrumento que constitui o quinteto de sopros. Sem por enquanto deixarmos a Europa Central, ouviremos, do seu contemporâneo e compatriota Endre Szervánszky, o Quinteto para Sopros nº1, uma obra escrita em pleno século XX em que podemos encontrar tanto um pouco dos ritmos característicos da música folclórica húngara, como também um estilo mais suave e calmo.
Ainda deste lado do Atlântico, do austríaco Johann Strauss Jr. poderemos ouvir a abertura da operetta Die Fledermaus num arranjo de Tom Kennedy para quinteto de sopros.  Esta peça, que comummente integra os alinhamentos dos concertos de ano novo, traz-nos não só um caráter enérgico e bem-disposto, como também dá a oportunidade ao agrupamento de se mostrar mais virtuosisticamente. Por fim, atravessamos o oceano em direção à América Latina para climas mais quentes e sonoridades mais sumptuosas. Completam o programa para este concerto duas peças mais curtas – Tango Jalousie, de Jacob Gade, com um arranjo para quinteto de sopros de Stig Jorgensen, e Tico-Tico de Zequinha Abreu, num arranjo de Sjoerd van der Veen.
O ArQuinteto é constituído pelo flautista Henrique Andrade, pelo oboísta Lívio Dias, pelo clarinetista João Rosado, pelo fagotista Válter Medeiros e pela trompista Goreti Martins. Este evento é uma produção da Quadrivium – Associação Artística e conta com o apoio institucional da República Portuguesa – Cultura/Direção-Geral das Artes e da Direção Regional da Cultura dos Açores. O concerto terá lugar na Igreja de Nossa Senhora de Fátima, dia 27 de setembro, às 17:00, e é uma iniciativa da Câmara Municipal de Ponta Delgada. A entrada é livre.
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android