Fechar Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
18:30 até às 19:30
Amado, Toscano, Faustino & Lencastre [Paz & Amizade]

Amado, Toscano, Faustino & Lencastre [Paz & Amizade]

Abertura de portas: 17h45
Início do concerto: 18h30

Recomendada a compra antecipada de bilhetes

Obrigatório uso de máscara e cumprimento das demais normas da DGS


RODRIGO AMADO, RICARDO TOSCANO, JOÃO LENCASTRE & HERNÂNI FAUSTINO

«Com uma actividade que se tem vindo a acentuar nos últimos dois anos, o quarteto que reúne os saxofonistas Rodrigo Amado e Ricardo Toscano, o contrabaixista Hernâni Faustino e o baterista João Lencastre, afirma-se como formação chave na ligação entre as comunidades da improvisação livre e do jazz. Practicando uma música totalmente improvisada, sem recurso a quaisquer estruturas ou harmonias pré-definidas, este trio desenvolve uma música orgânica, livre, fortemente intuitiva, com ligações profundas à tradição do jazz, das suas raízes mais puras, como o gospel ou o blues, às suas encarnações mais complexas, modernas e sofisticadas.

Nomeado, pelo sexto ano consecutivo, pela prestigiada El Intruso International Critics Poll como um dos cinco melhores saxofonistas tenor em actividade, ao lado de Evan Parker, Joe Lovano, Ken Vandermark, Jon Irabagon, Ivo Perelman, James Brandon Lewis, Chris Potter ou Ingrid Laubrock, Rodrigo Amado editou em 2018 “A History of Nothing”, o segundo álbum do quarteto que mantém com três das mais importantes figuras do jazz livre actual - Joe McPhee, Kent Kessler e Chris Corsano. Já em 2019, editou dois novos álbuns – “No Place To Fall”, em duo com Chris Corsano, e “Summer Bummer”, em trio com Gonçalo Almeida e Onno Govaert – e realizou uma extensa tournée Europeia com o seu quarteto americano. Com o seu quarteto americano, à frente dos Motion Trio, com Miguel Mira e Gabriel Ferrandini, ou integrado nos Humanization Quartet, Amado realizou nos últimos anos inúmeras tournées na Europa e nos Estados Unidos, tendo passado por salas de referência como o Snug Harbor em New Orleans, Hideout em Chicago, The Stone em Nova Iorque, Bimhuis em Amsterdão, DOM em Moscovo, Jazz House em Copenhaga, Cafe Oto em Londres, Pardon To Tu em Varsóvia, De Singer em Antuérpia, Manufaktur em Estugarda ou a State Philharmony Hall em Oradea, vendo o seu trabalho aclamado em publicações internacionais de referência como a revista The Wire, ou os jornais El País e Folha de São Paulo. 
Apesar de ainda jovem, Ricardo Toscano é já uma das personalidades mais importantes do jazz português. Vencedor do Prémio Jovens Músicos em 2011, formou o seu quarteto em 2013 que, desde então, é umas das bandas de jazz mais activas do panorama nacional, tocando nas mais prestigiadas salas de concerto e festivais de jazz. Em 2018 o seu disco de estreia “Ricardo Toscano 4tet” foi considerado o disco de jazz do ano em Portugal. Em 2019 levou o Jazz ao NOS ALIVE, e convidou um dos bateristas mais importantes da história do jazz dos últimos vinte anos, o norte-americano Ali Jackson. Conta também com uma vasta experiência dentro da música portuguesa - Fernando Alvim, Vitorino, Ana Moura, Cristina Branco, Rui Veloso, Paulo de Carvalho ou João Gil, entre outros.
Hernâni Faustino, contrabaixista, escolheu há muito o jazz de vanguarda e a livre improvisação como as suas principais áreas de actividade. Tendo assinado inúmeras colaborações com músicos portugueses e estrangeiros, entre eles figuras de referência como John Butcher, Lotte Anker, Nate Wooley, Agustí Fernández, Jon Irabagon ou Mats Gustafsson, e tendo já passado por alguns dos maiores festivais Europeus de jazz, é actualmente considerado como um dos mais intensos e sólidos contrabaixistas nacionais. Membro do aclamado Red Trio, com Rodrigo Pinheiro e Gabriel Ferrandini, do Rodrigo Amado Wire Quartet ou dos Lisbon Freedom Unit, mantém uma actividade vibrante como sidemen e uma permanente busca pelo puro, visceral e criativo.
Com cinco discos editados com o seu grupo Communion, todos eles muito bem recebidos pela imprensa nacional e internacional, João Lencastre tem vindo a afirmar-se como um dos mais versáteis bateristas do jazz nacional. Entre os inúmeros músicos com quem colaborou encontram-se nomes de referência como David Binney, Bill Carrothers, Thomas Morgan, Jacob Sacks, Peter Bernstein ou Noah Preminger. Em Portugal, desenvolve uma actividade intensa que cruza não só as mais diversas áreas do jazz, do mainstream à improvisação livre, como também o rock, a pop ou a música electrónica, colaborando regularmente com André Fernandes, Mário Franco, Afonso Pais, Carlos Barreto, André Matos, Demian Cabaud, Sara Serpa, Nelson Cascais, João Paulo Esteves da Silva, João Hasselberg, Pedro Branco, Rodrigo Pinheiro ou Tiago Bettencourt, entre muitos outros.»
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android