Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
21:30 até às 23:00
Campanhã é a minha casa

Campanhã é a minha casa

Grátis
Cultura em Expansão 2020

"Campanhã é a minha casa"
Cinema ao ar livre, M/6

Espetáculo com lotação limitada. É obrigatório o levantamento de bilhete gratuito (máximo 2 por pessoa) no local, a partir de 2 horas antes do seu início.

A história do Cinema Português começou no Porto, em 1896, quando Aurélio da Paz dos Reis, pioneiro a filmar no país, realizou o seu primeiro filme "Saída do Pessoal Operário da Fábrica Confiança", na rua de Santa Catarina. Apesar da importante relação da cidade com a origem do cinema nacional, Campanhã nunca teve uma sala de cinema nem foi “território-cenário” num filme emblemático da história do Cinema Português.  
"Campanhã é a minha casa" é um projeto que pretende aproximar o local ao grande ecrã, criando salas de cinema temporárias ao ar livre para três sessões especiais e imaginando como seria um filme passado nesta freguesia. A partir de três coleções de filmes de arquivos de famílias de Campanhã, três realizadores construíram três curtas-metragens que serão exibidas no início de cada uma das sessões. Estes filmes, criados a partir de imagens guardadas para memórias mais íntimas, transcendem as categorias de ficção ou documentário, originando uma experiência nova e mais próxima de qualquer um de nós. 
"Campanhã é a minha casa" procura assim atenuar o afastamento entre a zona oriental do Porto e o Cinema, anunciando que “Campanhã pode ser um filme, uma sala de cinema, pode ser o que se quiser, estamos em casa!”

Programa:
06 Setembro, Domingo, 21h30
Bairro de S. Vicente de Paulo, Rua Monte da Bela, Corujeira

Curta-metragem de Claúdia Varejão
+
"Por Favor Rebobine", Michel Gondry 
EUA, 2008, ficção, 98’

27 Setembro, Domingo, 21h30
Monte do Forte, Rua Outeiro do Tine, Azevedo de Campanhã

Curta-metragem de Sónia Amen
+
"Belíssima", Luchino Visconti 
Itália, 1951, ficção, 116’

18 Outubro, Domingo, 21h30
Quartel da Bela Vista, Parque São Roque da Lameira (entrada pela Rua da Lameira de Cima)

Curta-metragem de Edgar Pêra
+
"Instituto Moderno do Porto", Invicta Film
Portugal, 1916, documentário, 29’ 
Musicado ao vivo pela banda da GNR 
+
"Douro, Faina Fluvial", Manoel de Oliveira 
Portugal, 1931, documentário, 18’
Musicado ao vivo por Ana Deus e Luca Argel 

Conceção e programação: Sérgio Marques
Realizadores convidados: Cláudia Varejão, Edgar Pêra e Sónia Amen
Apoio: Visões Úteis
Apoio à pesquisa: Inês Carvalho, Fátima Tomé e Sara Moreira 
Vídeo promocional: Bruno Moreira
Coprodução: Cultura em Expansão/CMP

Agradecimentos: 
Às generosas famílias que disponibilizaram os seus filmes de arquivos familiares; à D.ª Maria Ferreira; ao Padre Milheiros; à Inês, à Rita e à Carin; a toda a equipa da GNR que acolheu esta ideia; à D.ª Mariazinha e ao Sr. Heitor; à Fátima Tomé e ao Mário Bastos, da Videoteca de Lisboa, que digitalizaram as coleções; ao Centro Social Paroquial da Senhora do Calvário e aos seus utentes pela colaboração na pesquisa e na descoberta de informações; à Lucia; à Sara Moreira e à equipa do ANIM.

O espetáculo será realizado caso as regras impostas nesse período assim o permitam, e sempre seguindo as normas de segurança impostas pela DGS em vigor à altura do espetáculo.

Setembro no Cultura em Expansão:
04.09 Os Sete Pecados Mortais | Palmilha Dentada
05.09 Os Sete Pecados Mortais | Palmilha Dentada
11.09 Cozinha(s) + Variações a partir de um coração
13.09 Sopa de Pedra
18.09 Palco | Ana Rita Teodoro
19.09 ERikm
25.09 The Archaic, Looking Out, The Night Knight | Vânia Rovisco
26.09 Muita Tralha, Pouca Tralha | Catarina Requeijo 
27.09 Muita Tralha, Pouca Tralha | Catarina Requeijo

Programa Completo: https://bit.ly/3kC0xqr
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android