Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
N/D
Documento Histórico do Mês

Documento Histórico do Mês

Francisco Afonso Chaves, nascido em Lisboa, a 24 de janeiro de 1857, vem a falecer em S. Miguel a 23 de julho de 1926, ilha de origem da família paterna e onde passa a maior parte da sua vida. Militar de carreira é, no entanto, na ciência que encontra a sua vocação. Devido a circunstâncias locais dedica-se ao estudo da zoologia, mas é o magnetismo terrestre e a meteorologia que lhe abrem caminho para uma atividade científica profissional.

O percurso profissional de Francisco Afonso Chaves está largamente documentado no arquivo pessoal, entregue pelos seus descendentes à Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada em 2013.

Trata-se de um arquivo de reduzida dimensão, de pouco mais de 4500 documentos, cujas temáticas estão intrinsecamente ligadas ao interesse do seu titular pelo conhecimento científico. Ao longo de cerca de cinquenta anos, desde o início da década de oitenta do século XIX até 1927, pouco mais do que um ano após a morte do titular do arquivo, Francisco Afonso Chaves procedeu à guarda de documentos, como notas pessoais, diplomas, agendas e sobretudo uma correspondência numerosa que, pouco dando a conhecer sobre o quotidiano familiar ou pessoal, é prolixa no que concerne às áreas de interesse profissional.

O documento que aqui se apresenta, um mapa do percurso realizado por Francisco Afonso Chaves a África em 1906, integra o conjunto de documentos que compõem o “Diário a África”, escrito pelo autor do Arquivo. Redigido em forma de cartas-diário dirigidas à família, este conjunto destaca-se do restante Arquivo por ser, talvez, o único em que sobressai um caráter pessoal e intimista, oposto ao pendor científico que caracteriza os restantes documentos. Por outro lado, a escolha de uma imagem pretende mostrar a diversidade de tipologias constantes em arquivos pessoais, em que, além de manuscritos, se encontram igualmente provas fotográficas, impressos e, entre estes, mapas.


Mapa impresso em que Francisco Afonso Chaves traça o itinerário realizado durante a sua visita a África em 1906, Arquivo Francisco Afonso Chaves, doc. 4353


Fonte: http://www.culturacores.azores.gov.pt/agenda/default.aspx?id=35997
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android