Fechar Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
21:00
Cláudio da Silva | Poeta Armando

Cláudio da Silva | Poeta Armando

Emergência Cultural - Ciclo de Programação em Linha

"O meu nome é Cláudio da Silva e sou actor. Em 2012 comecei um projecto de sobrevivência. Estávamos no tempo da Troika. Peguei em algumas coisas que tinha escrito e que considerava dignas de serem ouvidas em voz alta e comecei a organizá-las. Nessa altura, saía muito à noite e decidi fazer pela vida. Fui desafiado por (e desafiei) uns amigos do Teatro e não só, que, também para sobreviver, trabalhavam à noite a colar cartazes, como empregados dos bares do Bairro Alto ou, simplesmente, a poetizar. Resolvi fazer uma performance num bar da Bica. Foi o meu primeiro ensaio e foi quando me lembrei de Armando.

Armando é um poeta amador, nunca publicado. Tem outras profissões. Vendeu óleos para automóveis, tapetes rolantes para as caixas de supermercado e, agora, vende fruta e legumes. Vive no Milharado, perto da Malveira. A Malveira dos Bois, não a da Serra de Sintra. Armando é muita coisa, muitas, tantas, outras coisas. Sobretudo, Armando é a sua poesia ao vivo.

Vi-o em ação (a palavra é inquestionavelmente esta) na Sociedade Recreativa da Tinturaria. Fiquei assombrado. Logo a seguir fui falar com ele, vencendo a minha natural timidez, e perguntei-lhe se me podia dar a ler alguns dos poemas que o tinha visto dizer. Respondeu-me secamente que não escrevia nenhum, que a poesia, a dele, pelo menos, e aquela em que acreditava, era para ser dita e não para apodrecer numa qualquer prateleira com as palavras CONFINADAS (é verdade ele disse-me esta mesma palavra que actualmente adquire todo um outro significado) a um molho de papel encadernado e embalado. Não desisti. Fui estando atendo às iniciativas da Sociedade Recreativa da Tinturaria e pude apreciar outras apresentações do poeta. Sempre na mesma Sociedade Recreativa. Tomei notas. Descobri muitas curiosidades e informações sobre ele e a sua poesia, as quais pude aglomerar, organizar e, assim, criar uma espécie de sarau de poesia, única e exclusivamente dedicado ao poeta Armando.

Como se abre esta possibilidade de apresentar este momento poético com o Teatro de Torres Vedras, penso que talvez seja uma boa oportunidade, não só para divulgar um poeta da região mas, sobretudo, que o próprio poeta se sinta motivado e em casa e, assim, não falte ao encontro.

Proponho, então, realizar este encontro em minha casa para um Teatro-Cine, o Teatro-Cine de Torres Vedras. Esperamos que o poeta apareça."


Dramaturgia, Encenação e Interpretação: Cláudio da Silva
Realização: Cláudio da Silva / Paulo B. Menezes
Câmara: Tânia Moreira David
Som: Paulo B. Menezes


Fonte: http://www.cm-tvedras.pt/agenda/detalhes/103153
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android