Fechar Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
21:30 até às 23:30
Festival Liv(r)e

Festival Liv(r)e

Festival Liv(r)e EM DIRECTO AGORA:

https://www.facebook.com/amusicaportuguesaagostardelapropria/videos/162210111833814/

//// O que é o Liv(r)e? _________________________________

É um festival online que acontece nos dias 24, 25 e 26 de Abril, com quatro sessões de três concertos de 30 minutos cada. 

Os artistas, de várias gerações e de vários cantos do país, estão ligados por uma visão comum da música e do seu papel interventivo, construtivo e redentor. Pela palavra, pela composição ou pelo propósito das suas canções, três curadores seleccionaram 12 artistas para cantar a liberdade: 

A música portuguesa a gostar dela própria (MPAGDP) mantém o seu inquestionável papel de dar o justo relevo aos artistas que persistem no interior do país afastados das grandes cidades, cultivando os locais onde a arte e a cultura resistem com esforços acrescidos;
O Camaleão contribui com os novos artistas emergentes que surgem entre o campo e a cidade e que integram o lançamento do catálogo MPP (música popular portuguesa) da editora; 
O 23 Milhas - Ílhavo convoca artistas com carreiras estabelecidas, que fazem da palavra o seu bastão revolucionário. E é de revolução, também cultural, que queremos falar. 

Passamos aos artistas, já revelados nos horários dos concertos:

// 24 ABRIL // 
[21H45] Pedro Mestre
[22H15] Mariana Root
[22H45] João Berhan

// 25 ABRIL //
[17H45] Adélia
[18H15] Vasco Ribeiro
[18H45] Quiné Teles Musician/Producer
[21H45] Tiago Sami Pereira
[22H15] Edgar Valente
[22H45] Galandum Galundaina

// 26 ABRIL //
[21H45] João Francisco
[22H15] Tiago Jesus
[22H45] Clã

O festival arranca às 21H30 todas as noites, com conversas entre mais convidados, artistas e representantes das entidades parceiras. No dia 25 de Abril, há ainda uma emissão especial a começar pelas 17H30. Entre cada concerto, existe uma entrevista feita por um ou mais interlocutores, que poderão integrar eventuais questões colocadas pelo público. 

A emissão, sob o comando técnico da Rádio 23 Milhas, parte da página de facebook da MPADGP e é difundida nas páginas de todos os parceiros. No apoio à divulgação incluem-se o festival BONS SONS e a Associação José Afonso. 

No Liv(r)e, estão assegurados pagamentos aos artistas. Graças às várias equipas que têm feito trabalho voluntário, é possível realizar este evento de acesso liv(r)e com boas condições de transmissão online. Desta forma, o público é Liv(r)e de contribuir com donativos para um reforço aos artistas e à organização do festival:

https://www.seetickets.pt/tour/festival-liv-r-e

https://donorbox.org/festival-liv-r-e 

IBAN: PT50 0023 0000 45417029213 94


//// Porque surge o Liv(r)e? ___________________________

Para garantir que a Liberdade também canta em águas paradas. Que a música popular portuguesa (MPP) irá continuar a sair à rua em Abril e a lembrar-se dos vários pontos que a une e que constituem a sua força: a liberdade das canções, das pessoas, das trocas, dos encontros.

A cultura que vive do ajuntamento, da labuta, do amor, precisa de se juntar. Precisa de falar, de cantar e fazer pela revolução cultural dos sítios e dos territórios que urgem ser cuidados, revisitados, reinventados.

Afirmava Zeca Afonso que “a revolução cultural não é eu poder ir tocar a todos os sítios, é ir aos sítios e ouvir a música que é feita lá”.  

Em tempos de recolhimento obrigatório, em que as liberdades, os riscos e as proteções de cada um se afetam, se tocam e se contagiam pelo coletivo, como chegamos aos outros? 

E tu, como te sentes Liv(r)e? 

____________


//// Organização ////

- Camaleão -
O Camaleão é um coletivo que trabalha a educação, criação e promoção de arte e cultura, de forma integrada, acessível e adaptável. Trabalhando como estúdio de música, organizadora de eventos, editora, criadora de conteúdos, entre outros, e inserindo-se no coração da nova onda cultural com vista a contribuir para o seu proliferamento. O Festival Liv(r)e surge também para celebrar o primeiro aniversário do Camaleão, assinalando o lançamento da editora com o catálogo da MPP. Nas semanas que se seguem, o Camaleão continuará com um evento online chamado "Chama no Sofá" com programação que celebrará outras categorias da editora que passam pela MPB (Música Popular Brasileira), a música electrónica ou as novas propostas do jazz nacional.
Instagram: https://www.instagram.com/camaleao.eu/


/// Parceiros ////

- MPAGDP - A música portuguesa a gostar dela própria - 

A música portuguesa a gostar dela própria apresenta-se como um possível modelo social, baseado na escuta e na partilha, acreditando que a memória colectiva pode ter um grande papel na coesão social. Grava manifestações musicais, rituais, práticas, paisagens sonoras e histórias de vida, sempre na primeira pessoa, por todo o país. Difunde-se na RTP memória, Antena 1, Antena 2, Jornal Contacto e nas redes sociais. Organiza piqueniques, musicais, quase congressos e outros eventos e tem um palco nómada no Festival Bons Sons. Tem a sua sede em Serpins, Lousã e tentáculos pelo país todo, com um centro interpretativo em Beja e mais dois a surgirem, em Palmela e Miranda do Douro.


- 23 Milhas - Ílhavo - 

23 Milhas é o projeto cultural do Município de Ílhavo. Além de uma vasta programação em diversas áreas artísticas, promove a criação artística, a formação e o pensamento crítico, procurando cultivar a relação entre artistas e espectadores, bem como ativar território e comunidade. A sua atividade acontece em quatro espaços: Casa da Cultura, Fábrica das Ideias, Cais Criativo e Laboratório das Artes. 

 
/// Apoio à divulgação ///

- Associação José Afonso -

A Associação José Afonso (AJA) é uma associação cívico-cultural, não confessional, criada em 18 de Novembro de 1987, com a finalidade de honrar o legado de José Afonso enquanto artista e cidadão empenhado na causa da Liberdade e da Solidariedade. Tanto nas suas canções como na ação concreta, Zeca Afonso deu voz à luta dos mais desfavorecidos e às aspirações de libertação dos povos oprimidos. Como ser humano atento, livre e  de um profundo humanismo,  Zeca sempre pautou a sua conduta pelos valores da fraternidade e abertura de espírito. 

- BONS SONS - 

O BONS SONS é o festival de música portuguesa que decorre em agosto, na aldeia de Cem Soldos, Tomar. Organizado pela associação cultural local SCOCS, pretende ser uma plataforma de divulgação de música portuguesa, onde o público descobre projetos emergentes e reencontra músicos consagrados.
A aldeia é fechada e o seu perímetro delimita o recinto que acolhe vários palcos, integrados nas ruas, praças, largos, igreja e outros espaços, promovendo uma relação de proximidade com o público e envolvendo a população na realização do festival. São os habitantes que acolhem e servem os visitantes, numa partilha especial entre quem recebe e quem visita.
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android