Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
Este evento foi cancelado
18:00
Conversas com História
Raquel Varela ©Veríssimo Dias

Conversas com História

  • Destaque
  • Evento terminado
Centro de Congressos e Reuniões | Piso 1

A historiadora Raquel Varela recebe no dia 3 de junho, no âmbito do ciclo Conversas com História, Ricardo Araújo Pereira. O humorista vai-nos ajudar a pensar o que é isto do humor, como e quando nos começámos a rir na longa linha do tempo do género humano, e abordaremos a inevitável pergunta: «há limites para o humor?»

Neste ciclo, cada conversa, informal, parte de uma pergunta inquietante da atualidade para, através do passado – explicado para o grande público –, nos ajudar a compreender o presente.

A democracia é o menos imperfeito dos regimes? Entre a educação repressiva e a cultura permissiva, há alternativa? Não existem diferenças entre sexos? São construções culturais? A próxima crise económica é inevitável? A religião é um ópio ou uma expressão do sofrimento? Freud tinha razão quando «culpou» as mães pelos erros dos filhos?

O ciclo Conversas com História convida-vos a estar presentes nesta série de entrevistas sem tabus, sobre temas da atualidade. O público será convidado a questionar, criticar e debater connosco o futuro. Não conseguimos mudar o passado – mas sem o conhecer não podemos transformar o futuro.

Ricardo Araújo Pereira
Ricardo Araújo Pereira (Lisboa, 1974) é licenciado em Comunicação Social pela Universidade Católica, e começou a sua carreira como jornalista no Jornal de Letras. É guionista desde 1998. Em 2003, com Miguel Góis, Zé Diogo Quintela e Tiago Dores, formou o Gato Fedorento. Escreve semanalmente na Visão (Portugal) e na Folha de S. Paulo (Brasil) e é um dos elementos do Governo Sombra. É coautor e apresentou Gente Que Não Sabe Estar (TVI).
Com a Tinta da china, publicou seis livros de crónicas — entre os quais, Novas Crónicas da Boca do Inferno (Grande Prémio de Crónica APE 2009), Reaccionário com Dois Cês (2017) e Estar Vivo Aleija (2018) —, além de três volumes de Mixórdia de Temáticas e um ensaio: A Doença, o Sofrimento e a Morte Entram num Bar (2016, também publicado no Brasil). No Brasil está ainda publicada a coletânea de crónicas Se não entenderes eu conto de novo, pá (Tinta da china, 2012).
Coordena a coleção de Literatura de Humor da Tinta da china, que publicou livros de Charles Dickens, Denis Diderot, Jaroslav Hasek, Ivan Gontcharov e José Sesinando, entre outros.
É o sócio n.º 12 049 do Sport Lisboa e Benfica.


Fonte: https://www.ccb.pt/Default/pt/Programacao/LiteraturaEPensamento?a=1895
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android