Fechar Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
16:00 até às 16:30
Bianca Branca de Leonor Keil

Bianca Branca de Leonor Keil

Bianca Branca de Leonor Keil

Sáb, 21 mar às 16h00 - para famílias | Teatro Sá da Bandeira

Dança | Classificação Etária 3 aos 5 anos | Duração 25m | Preço: 2€ criança; 5€ adulto | Descontos: escolas mediante escalão; famílias – gratuito para crianças se acompanhados por 2 adultos

Inspirado no conto “Bianca” de Fausto Gilberti.
Branco é a cor preferida da Branca. Há quem diga que branco é uma cor sem ser cor. 
Numa empolgante e envolvente confissão Branca conta-nos os seus pequenos prazeres, sonhos, medos, desejos todos eles de cor branca.  Quando menos esperamos podemos ser surpreendidos por um sentimento muito forte e de repente, o mundo fica de pernas para o ar. 
Mas muito mais humano e principalmente mais colorido.

Biografia
LEONOR KEIL, nasceu em Lisboa em 1973. Iniciou os seus estudos em Dança na Escola de Dança de Maputo (Moçambique) concluindo a sua formação na Escola de Dança do Conservatório Nacional de Lisboa.
Como intérprete de dança e teatro, destaca a sua colaboração com Paulo Ribeiro, Olga Roriz, Tânia Carvalho, Joana Providência, Madalena Vitorino, Marta Lapa, João Fiadeiro, Charles Cré-Ange, Francisco Camacho, Amélia Bentes, Peter Michael Dietz, Javier de Frutos, Victor Hugo Pontes, José Wallenstein, John Mowat, Cláudio Hochman, Giacomo Scalisi, Rafaela Santos, Luis El Gris (Pogo Teatro), Francisco Campos (Projecto Ruínas), Nuno M Cardoso (Cão Danado), António Pires.
Foi assistente de ensaios do coreógrafo João Fiadeiro na obra "Branco sujo" e de Paulo Ribeiro nas obras: "New Age" para o NDT III, “Tristes Europeus – Jouissez Sans Entraves”, “Silicone Não”, “Memórias de um sábado com rumores de azul” e “Masculine”.
No cinema destaca a sua participação em “É só um minuto”, de Pedro Caldas, “Contra Ritmo” de João Figueiras, “Pas Perdu” de Saguenail, “O Barão” e “Cinesapiens” de Edgar Pêra.
No âmbito do seu trabalho com a Companhia Paulo Ribeiro, foi-lhe atribuída uma Menção Honrosa pela sua interpretação na obra "Rumor de Deuses" nos "V Rencontres Chorégraphiques Internationales de Seine Saint Denis, 1996" e, em 1999, foi-lhe atribuído o prémio "Revelação - José Ribeiro da Fonte" pelo Instituto Português das Artes do Espectáculo.
Em 2002, foi uma das intérpretes escolhidas para participar no programa “Vif du Sujet” do Festival d’Avignon, para o qual convidou o coreógrafo Javier de Frutos (solo “Solitary Virgin”).

Ficha Técnica
Coreografia Leonor Keil | A partir de Bianca de Fausto Gilberti | Interpretação Rita Omar | Cenografia Henrique Ralheta | Desenho de Luz Wilma Moutinho | Sonoplastia Sérgio Milhano | Assistente de Cenografia e Figurino Sebastião Soares | Elaboração de Cenário Joana Areal | 
Produção Nuno Pratas (CulturProject) | Encomenda Maria Matos Teatro Municipal | Coprodução Maria Matos Teatro Municipal, Teatro Municipal do Porto
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android