Fechar Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
21:30
Vidas Íntimas, de Noël Coward

Vidas Íntimas, de Noël Coward

Uma comédia clássica, sofisticada, sobre as vicissitudes do casamento e do divórcio. Uma análise cínica e aparentemente descomprometida das relações.
"A frivolidade só é frívola para aqueles que não são frívolos", diz a Madame De na obra-prima de Max Ophüls. E podia aplicar-se a este teatro de dinner jackets, champanhe, rosas, camélia e muita malícia. Mas vistas agora estas Private Lives são uma das mais cruéis análises das relações matrimoniais. Sob a doçura de uma primavera na Cote d´Azur quanto veneno, quanta maldade, quanto amor perdido? Uma obra-prima que queremos revisitar, um grande autor "menorizado" e fundamental. Depois de Pinter, Williams, Miller, quem? E com um sorriso de compreensão pelas fraquezas humanas.Biografias
RÚBEN GOMES é uma presença regular na televisão. No teatro trabalhou com João Mota, Phippe Leroux e Pedro Marques. Com os Artistas Unidos trabalha desde 2007 tendo ultimamente interpretado O Rio, de Jez Butterworth (2016) e O Grande dia da Batalha, de Maximo Gorki e Jorge Silva Melo (2018).RITA DURÃO tem construído um percurso de grande visibilidade na televisão e no cinema, área em que foi premiada pelos filmes Vingança de uma Mulher de Rita Azevedo Gomes e Em Segunda Mão de Catarina Ruivo. Trabalhou com João Perry em A Disputa de Marivaux e O Sonho de Uma Noite de Verão de Shakespeare, e em vários espetáculos do Teatro da Cornucópia. No cinema trabalhou com João César Monteiro, Rita Azevedo Gomes, Fonseca e Costa, Maria de Medeiros, José Álvaro de Morais, Raúl Ruiz e Jeanne Waltz. Trabalhou anteriormente com os Artistas Unidos em Baal de Brecht.TIAGO MATIAS estreia-se profissionalmente na Companhia de Teatro de Sintra onde trabalhou com os encenadores João de Mello Alvim, Nuno Correia Pinto, Antonino Solmer, Jorge Listopad, Carlos Pimenta e Pedro Penim. No Teatro da Cornucópia trabalhou com os encenadores Luís Miguel Cintra e Christine Laurent em textos de Brecht, Pirandello, Sófocles, Shakespeare e Tchekóv. Tem participado em diversas séries de televisão e faz dobragens de desenhos animados e locuções de documentários. Tem tido uma colaboração regular com os Artistas Unidos, mais recentemente em Do Alto da Ponte de Arthur Miller e Nada de Mim de Arne Lygre.VÂNIA RODRIGUES trabalhou com André Uerba, Miguel Moreira, Mónica Calle, João Mota, João Abel, Há Que dizê-lo, Latoaria, Tiago Vieira, Pedro Palma, Raul Ruiz. Nos Artistas Unidos, com quem trabalha desde 2006, participou recentemente em A Vertigem dos Animais Antes do Abate de Dimítris Dimitriádis (2017), O Grande Dia Da Batalha de Máximo Gorki e Jorge Silva Melo e Do Alto da Ponte de Arthur Miller (2018).Isabel MuÑoz Cardoso trabalhou com Luís Varela, José Peixoto, José Carlos Faria, José Mora Ramos, Diogo Dória, Jean Jourdheuil, Solveig Nordlund. Nos Artistas Unidos participou em inúmeros espetáculos a partir de António, Um Rapaz de Lisboa de Jorge Silva Melo (1995) tendo participado recentemente em O Teatro da Amante Inglesa de Marguerite Duras (2018) e O Vento Num Violino de Claudio Tolcachir (2018).RITA LOPES ALVES trabalha com Jorge Silva Melo desde 1987. Assinou o guarda-roupa de vários filmes de Pedro Costa, Joaquim Sapinho, João Botelho, Margarida Gil, Luís Filipe Costa, Cunha Teles, Alberto Seixas Santos, Pedro Caldas, Teresa Vilaverde, Carmen Castelo Branco, José Farinha, Teresa Garcia, Fernando Matos Silva e António Escudeiro. É, desde 1995, a responsável, nos Artistas Unidos, pela cenografia e figurinos.JOSÉ MANUEL REIS frequentou a escola A.R.C.O. Trabalhou no Teatro do Tejo com Carlos Fogaça. Trabalhou em exposições de arquitetura, no projeto Pharos do grupo Azimute. Colabora na cenografia dos Artistas Unidos desde 1998.PEDRO DOMINGOS trabalha com Jorge Silva Melo desde 1994, tendo assinado a luz de quase todos os espetáculos dos Artistas Unidos. Trabalha regularmente com o Teatro dos Aloés. É membro fundador da Ilusom e do Teatro da Terra, sediado em Ponte de Sôr, que dirige com a atriz Maria João Luís. ANDRÉ PIRES é membro fundador da Locomotivo, do grupo de teatro-circo Plot e do Pé Antemão. Foi baterista dos R.E.F., fez os arranjos e a direção musical de Parece que o Tempo Voa e fez a música de Sons de Fogo do grupo Tratamento Completo, de que foi percussionista. Trabalhou com Manuel Wiborg, Miguel Hurst, Rissério Salgado, Solveig Nordlund, João Meireles, João Fiadeiro. Trabalha frequentemente com os Artistas Unidos desde 2001.JORGE SILVA MELO fundou em 1995 os Artistas Unidos de que é diretor artístico.Ficha Técnica
VIDAS ÍNTIMAS de Noël Coward | Tradução Miguel Esteves Cardoso | Com Rúben Gomes, Rita Durão, Tiago Matias, Vânia Rodrigues e Isabel Muñoz Cardoso | Cenografia Rita Lopes Alves e José Manuel Reis | Figurinos Rita Lopes Alves | Som André Pires | Luz Pedro Domingos | Assistência de Encenação Nuno Gonçalo Rodrigues | Encenação Jorge Silva Melo | Produção Artistas Unidos | Co-Produção Teatro Nacional São João, Centro Cultural de Belém


Fonte: https://www.cm-santarem.pt/descobrir-santarem/agenda-de-eventos/1401-vidas-intimas-de-noel-coward
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android