Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
N/D
Exposição de Pintura “REENCONTRO”, de Cristina Horta

Exposição de Pintura “REENCONTRO”, de Cristina Horta

Inauguração dia 12 de Janeiro, às 15h30. 


Esta Exposição irá estar patente até dia 1 de Fevereiro, no seguinte horário:
Segunda a sexta - 10h00-18h00
Sábado -10h00/13h00 – 14h00/18h00
Domingo – Encerrado (Excepto dia 12 de Janeiro)
ENTRADAS LIVRES

REENCONTRO
Exposição de Pintura | Cristina Ramos e Horta
Começou a desenhar e a pintar muito jovem, fez duas exposições com 18 e 19 anos na Sociedade de Estudos de Lourenço Marques e viveu intensamente a expressão plástica até à altura em que o tempo deixou de o permitir, com as ocupações familiares e profissionais. Ex- conservadora e directora do Museu da Cerâmica, doutorada em História de Arte pela Universidade de Lisboa sobre História da Cerâmica das Caldas da Rainha, dedicou a sua carreira aos museus e à investigação.
“Reencontrou” a sua paixão 40 anos mais tarde, preenchendo o vazio que se seguiu à aposentação e revivendo o fascínio dos pigmentos e do mundo colorido que estes permitem.
Tem experimentado várias técnicas como o acrílico e o óleo sobre tela, mas manifesta uma nítida preferência pela aguarela, a que, por vezes, associa outras técnicas, como a tinta da china.
Esta exposição é uma primeira etapa da partilha dos seus trabalhos, a que se tem dedicado nos últimos seis anos, e têm tido como premissa uma busca das técnicas e da sua manipulação, mais do que dos próprios temas.
A mostra integra algumas obras a óleo sobre tela, como frutos simples, (a Romã e o Abacate) em destaque sobre fundo negro e paisagens marítimas. A maioria das obras são feitas a aguarela, fazendo uso de várias formas de tratamento dos temas que aborda, paisagistas (algumas paisagens da zona) a aproximação à natureza, às plantas, flores, com uma predilecção especial por árvores, a figura humana, e outras expressões, fruto de um experimentalismo, como aguadas, técnicas mistas, que vão até uma forma simplificada e quase gestual dos objectos.
Destaca-se nesta exposição, o tema dos “incêndios”, expressos através de paisagens desoladas com árvores queimadas, feitas a partir de fotografias que realizou nos diversos locais.
Resultado de um processo de observação e execução, esta mostra expressa-se agora como um reencontro e uma reconstrução da própria autora.


Fonte: http://agendaviva.smartcityhub.pt/Detalhe-Evento.aspx?v=2&lg=1&g=16135
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android