Fechar Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
N/D
Matança pela fome: genocídio desconhecido do povo ucraniano

Matança pela fome: genocídio desconhecido do povo ucraniano

Exposição fotodocumental 

"Matança pela fome: genocídio desconhecido do povo ucraniano”

Biblioteca Pública Municipal de Gaia
Uma iniciativa do Consulado da Ucrânia no Porto


Nas profundezas da memória histórica de cada povo estão armazenados acontecimentos que fazem doer a alma, atrocidades que não podem ser perdoadas e crimes que devem ser contados ao mundo. Para a Ucrânia, a Grande Fome teve esse impacto. Também conhecida em todo o mundo como Holodomor, esta refere-se tanto ao número de vítimas quanto ao sofrimento humano causado.

O Holodomor (do ucraniano "holod” - fome, e "mor” - matar através de privação de alimentos, esfaimar) é a Fome de carácter exterminador causado por Josef Estaline, no comando da União Soviética, que devastou o território da República Socialista Soviética da Ucrânia (integrada na URSS), durante os anos de 1932 - 1933.


As principais causas do Holodomor foram:

- A coletivização forçada de agricultores;

- A brutal política de confiscação das colheitas e reservas alimentares, recorrendo a todo o tipo de violências e abusos;

- A privação do acesso aos alimentos básicos, através do encerramento das fronteiras da Ucrânia, impedindo que os camponeses procurassem alimentos na Rússia e outras regiões;

- A suspensão completa de qualquer tipo de comércio (incluindo a troca natural).


Calcula-se que a Fome organizada e executada pelo regime estalinista ceifou a vida de cerca de 7 milhões de ucranianos, em apenas dois anos. O objetivo das autoridades soviéticas era não só quebrar a resistência dos agricultores - "a espinha dorsal" da nação ucraniana - à coletivização agrícola, como também eliminar a alegada conspiração nacionalista, que pretendia separar a Ucrânia da restante União Soviética.

O Holodomor na Ucrânia gerou um fenómeno terrível que muitas pessoas hoje chamam de memória apagada - "não sobrou literalmente nada nem ninguém, nem uma única pessoa”. Dezenas de aldeias ucranianas extinguiram-se por completo, devido à fome. Ninguém sabe exatamente o que aconteceu ali...

Muitas tragédias caíram sobre a história ucraniana, a mais terrível das quais é o Holodomor. Quase todas as famílias ucranianas perderam alguém.

De acordo com a Lei da Ucrânia "Sobre o Holodomor na Ucrânia em 1932-1933” (aprovada em 2006), o Holodomor na Ucrânia foi reconhecido como um ato de genocídio contra o povo ucraniano.

Na Ucrânia, o 4º sábado do mês de novembro é o Dia da Lembrança das Vítimas do Holodomor. Em todo o país, milhões de velas são acesas em memória dos mortos.

A comunidade internacional tem vindo a assumir, de forma gradual, posições favoráveis ao reconhecimento do Holodomor na Ucrânia em 1932-1933 como genocídio, ou mais genericamente, como um crime contra a Humanidade.

Cerca de 30 estados já deram uma avaliação adequada desta tragédia humana. Organizações internacionais, como a ONU, a UNESCO, o Parlamento Europeu, a Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa, a OSCE e a Assembleia Báltica já aprovaram as resoluções correspondentes. Importantes decisões foram tomadas pelos Senados da Austrália, Argentina, Canadá, Equador, México, Paraguai, Polónia, EUA, Assembleia da República Portuguesa, Parlamentos de Geórgia, Estónia, Letónia, Lituânia, Peru, Hungria e República Checa.


A exposição fica patente ao público até ao dia 21 de dezembro de 2019, podendo ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 19h30 e, aos sábados, das 9h30 às 13h00.


Fonte: http://www.cm-gaia.pt/pt/eventos/matanca-pela-fome-genocidio-desconhecido-do-povo-ucraniano/
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android