22:00 até às 03:00
João Donato em Lisboa | encerramento Carapaus

João Donato em Lisboa | encerramento Carapaus

18€
DONATO ELÉTRICO

Com 70 anos de carreira e eternamente banhado na fonte de juventude que é a música, João Donato é um dos maiores nomes da bossa nova brasileira e do jazz latino mundial. Pianista e compositor, foi protagonista de revoluções musicais no Brasil dos anos 50, ao lado de seus amigos e parceiros João Gilberto e Tom Jobim. Na década seguinte, vivendo nos EUA, ajudou a inventar o jazz latino tocando ao lado de Mongo Santamaria e Tito Puente, enturmou-se no jazz tocando com Chet Baker e Bud Shank e viu temas seus gravados por Wes Montgomery, Herbie Mann, Cannonball Adderley.

Aos 85 anos, com a energia e criatividade que lhe acompanham, Donato apresenta-se tão produtivo e inspirado quanto sempre, constantemente compondo, gravando e tocando ao vivo. Seu último álbum solo, “Donato Elétrico”, composto de canções inéditas e vigor nas interpretações, foi indicado ao Grammy Latino de Melhor Disco Instrumental. Em 2019, tocando intensamente instrumentos como Fender Rhodes e acompanhado de jovens músicos de destaques da cena de São Paulo, apresenta show dedicado a clássicos de sua fase dos anos 70, com a psicodelia elétrica e sonoridade jazz-funk de discos como “A Bad Donato”, “Donato/Deodato” e “Quem é Quem”, além de inéditas e novidades na mesma pegada.


CARAPAUS AFROBEAT (banda de encerramento) 

Um encontro entre 9 músicos a fim de reverenciar a música africana. A palavra "afrobeat" é interpretada pela banda no seu sentido literal, ou seja, beat de origem afro, que pode ser, além do Afrobeat criado por Fela Kuti em Nigéria, os maravilhosos acontecimentos musicais vindos de vários outros países do gigante continente, vindos de todas as Áfricas e seus vários desdobramentos em outras partes do planeta.  Busca-se nesta viagem reverenciar a Deusa música da mãe África, de Tony Allen e Orlando Julius ao Funk cortante de James Brown, da música Tuareg ao Rock de Jimi Hendrix, os Blues de Ali Farka Touré, Billie Holliday, Muddy Waters, o Rap do Bronx e dos Griot ancestrais do mundo todo ou até o Jazz de Mulatu Astatke, Moacir Santos, Elza Soares e Miles Davis.
Tudo é afrobeat.
O primeiro album dos Carapaus Afrobeat foi gravado em 2 sessões de estúdio, em Lisboa. São 8 faixas com guitarras pesadas, de Zé Vito e Gabriel Muzak, uma sessão rítmica fortíssima comandada por David Dos Anjos na Bateria e Duvale na percussão, o baixo consistente de Ricardo Dias Gomes, os teclados de Claudio Andrade e uma sessão impecável de metais comandada por Cláudio Gomes, André Pimenta, Fábio Rangel e Micael.
"Night Fever" promete não deixar ninguém parado.
AFROBEAT NO GO DIE!
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android