Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
14:30 até às 18:00
Concentração pelos Direitos dos e das Migrantes em Portugal

Concentração pelos Direitos dos e das Migrantes em Portugal

Grátis
Não nos calarão, vamos lutar até ao fim por um Portugal mais acolhedor, e justo, para com os e as migrantes que connosco partilham a sua vida!

O cancelamento e fecho de agendamentos, a escassez de vagas para novas marcações e a demora nos processos de decisão, são um reflexo de uma política que não respeita as pessoas migrantes, nem os seus direitos, causando humilhação e tormentas nas suas vidas!

O Governo Português deve assumir a sua responsabilidade perante as consequências nefastas e as limitações no exercício de direitos civis, que esses cancelamentos e essas demoras – seja nos agendamentos, quanto no decurso temporal para as decisões – causam a milhares de migrantes.

O Governo Português é responsável por dotar o SEF – Serviços de Estrangeiros e Fronteiras de todos os meios necessários para a prossecução das suas atribuições, de modo a permitir que o serviço prestado seja de qualidade, garantindo a celeridade e a dignidade devidas.

Contra o fecho e a escassa disponibilidade de agendamentos, pela qualidade de serviços públicos para todos/as, pela dignidade humana e por políticas de acolhimento que respeitem os Direitos Humanos!

Na sequência do fecho dos agendamentos, os/as imigrantes ficaram impossibilitados de tratar da sua permanência legal em Portugal, seja nas concessões, quanto nas renovações de autorização de residência, bem como na garantia e no exercício do direito à unidade familiar - no que concerne ao atraso dos reagrupamentos familiares. Além disso, importa ter em atenção que:

- Muitas crianças iniciaram o ano letivo e continuam nas escolas sem documentos. Esta situação de irregularidade em território nacional causa-lhes uma exclusão ao nível de acesso a serviços, tais como o SASE (Serviço Ação Social Escolar), o que limita o acesso à alimentação gratuita dispensada pelas cantinas escolares, por exemplo;

- Muitos/as migrantes perderam o seu emprego, ou perderão a possibilidade de terem a sua atividade profissional. Além de não poderem receber o subsídio de desemprego ou o rendimento social de inserção, apesar de fazerem descontos e pagarem impostos, como qualquer português!

- Muitos/as migrantes tornam-se um alvo fácil para as máfias, pela extorsão e exploração, por se encontrarem numa situação de grande vulnerabilidade!

- Muitos/as migrantes terão a sua matrícula e a sua inscrição no Ensino Superior e nas Escolas Profissionais condicionadas pela ausência do título que comprove a sua permanência regular em território português!

- Muitos/as migrantes enfrentam constrangimentos no acesso à saúde, visto terem de pagar custos reais ao invés de taxas moderadoras, sendo mesmo, por vezes, negado em absoluto o serviço!

Não nos calarão, a tua voz é importante, aparece e traz muitos e muitas contigo!

As Associações e organizações primeiras promotoras e subscritoras deste evento:

Associação Multicultural do Bangladesh 
Associação de Amizade Portugal Bangladesh
Associação Renovar a Mouraria
Associação Olho Vivo
Casa do Brasil de Lisboa - CBL
CRESCER
CEPAC - Centro Padre Alves Correia
Girassol Solidário
JRS - Serviço Jesuíta aos Refugiados
Solidariedade Imigrante – Associação para a defesas dos direitos dos imigrantes (SOLIM)
SOS Racismo
UMAR -União de Mulheres Alternativa e Resposta
ALCC
BuéFixe
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android