Fechar Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
15:00 até às 18:00
Roteiro a Ordem de São Domingos e o Santo Ofício

Roteiro a Ordem de São Domingos e o Santo Ofício

18.05.2019 ( sábado ) - 15H
Venha conhecer a história da Ordem de São Domingos e a sua ligação ao Santo Ofício e à Inquisição, que fizeram dela palco dos acontecimentos mais negros da história de Lisboa, com a visita guiada à Igreja de S. Domingos e zona envolvente do Rossio.

15,00h | Encontro no Largo São Domingos - frente Igreja - Lisboa
15,15h | Início da visita guiada à Igreja de São Domingos
16,45h | Palácio dos Estaus e área envolvente
17,00h | Rossio e Hospital Real de Todos os Santos
17,30h | Lanche na baixa pombalina

Inscrições e Informações: 217 264 179 ou 918 959 584; info@explore-latitudes.pt ou www.explore-latitudes.pt

Condições de Inscrição
- Valor do Roteiro - 15,00€ p/pessoa
(Incluído no Roteiro :Visita Guiada e Entrada nos Espaços indicados, rádio guias, Lanche, Seguros para a actividade )
- Jovens até 18 anos - 10,00€
- Crianças até 10 anos - Gratuito
- Limite máximo de participantes – 30 Pessoas, reservado exclusivamente para a Explore Latitudes
- Obrigatório Inscrição.

IGREJA SÃO DOMINGOS (CONVENTO SÃO DOMINGOS DE LISBOA)
Em 1214 foi o lançamento da primeira pedra do convento junto da Capela de Nossa Senhora da Escada, doando D. Sancho II à comunidade várias terras em redor da Igreja; terminando a sua construção em 1251.
A velha Igreja ficava nos interior das antigas muralhas junto à ermida Nossa Senhora da Escada, também conhecida por Nossa Senhora da Corredoura por proximidade do sítio com este nome onde é actualmente as Portas de Santo Antão.
Sofreu ao longo dos séculos com vários terramotos e incêndios, única no seu estilo, tanto na arquitectura como na história que faz dela uma das Igrejas mais emblemáticas de Lisboa.
Intimamente ligado ao Santo Ofício e á Inquisição em Portugal fez dela o palco dos acontecimentos mais negros da história de Lisboa, mas também testemunha de factos que mudaram para sempre a história de Portugal.

PALÁCIO DOS ESTAUS
De hospedaria Real a Palácio da Inquisição e Tribunal do Santo Ofício, o palácio dos Estaus evoluiu ao longo de seus quase quatro séculos de existência, projectado para acolher embaixadores estrangeiros, fidalgos e membros da corte.
Quando elevado a sede da Inquisição em Lisboa, foi minuciosamente organizado com estruturas administrativas, habitacionais, prisionais e outros anexos.
Destruído pelo terramoto, erigido de novo, sob a direcção de Carlos Mardel, serviu para acolher outras entidades, Paço da Regência, Câmara dos Pares, Academia Real da Fortificação, a Secretaria da Intendência da Policia, a Escola do Exercito e o Tesouro Público.
Das cinzas de um incêndio em 1836 que quase o destruiu, nasce um outro palácio, símbolo da cultura, o Teatro D. Maria II.

PRAÇA D. PEDRO IV - ROSSIO
Na Idade Média começou a ser rodeada por edifícios de vária natureza. No século XV, estabeleceu-se o Hospital Real de Todos os Santos, construído nos reinados de D. João II e de D. Manuel I, que assentava sobre 25 arcos ogivais de pedraria, tendo a meio o templo, de esplêndida arquitectura manuelina, em cuja fachada se abria um pórtico em gótico floreado com os emblemas dos fundadores.
Sob a arcaria ficava a ermida da Senhora do Amparo, na altura em que se acha hoje a rua com esse nome, para o lado da Betesga a roda dos enjeitados. Ao norte do Hospital, levanta-se o Convento de São Domingos de Lisboa.

EXPLORE LATITUDES EVENTOS CULTURAIS, Lda
NIPC 510 955 380
RNAAT n.º 549/2014
Membro Associação Turismo de Lisboa
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android