Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirmem junto dos promotores se estes vão ocorrer.
16:30 até às 00:00
O Paraíso Segundo José Maria

O Paraíso Segundo José Maria

Inauguração da exposição O Paraíso Segundo José Maria
16 de Maio, às 16:30
Casa José Saramago, Óbidos
inserido no Festival Latitudes

O PARAÍSO SEGUNDO JOSÉ MARIA | João Ferreira

O arquipélago era assolado por inúmeros terramotos e erupções vulcânicas.
Uma ilha onde se está só entre pedras negras e um verde denso.
Um caminho feito lentamente, ao som de orações, num mantra envolvente e pacificador.
Desde o século XVI vários grupos de homens percorrem, em romaria, a ilha de S. Miguel, num movimento circular no sentido dos ponteiros do relógio, mantendo o mar sempre do seu lado esquerdo.
Um culto religioso com séculos de tradição. Restrito a homens dos oito aos oitenta. A presença do feminino torna-se visível na indumentária dos romeiros. O xaile, o lenço nas costas, o bordão e a cevadeira - adereços que encontramos em comum nesses homens.
Rostos de traços vincados por um arquipélago à deriva num oceano.
Os terços. As orações. A fé. A busca da paz interior. O acalmar dos terramotos. O apaziguar das tormentas. Oito dias de comunhão com a força da natureza, sacrificando o corpo pela fé, purificando a mente pela introspecção.



EDEN ACCORDING TO JOSÉ MARIA | João Ferreira

The archipelago was plagued by several earthquakes and volcanic eruptions.
An island where it stands between black stones and a dense green.
A forced path, made to the sound of prayers, in a surrounding and peacemaker mantra.
Since the sixteenth century, several groups of men have travelled in pilgrimage at the island of S. Miguel, in a circular clockwise movement, always keeping the sea by their left side.
A religious cult with centuries of tradition. Restricted to men from eight to eighty years old. A presence of the feminine becomes visible in the dress of the pilgrims. The shawl, the scarf on the back, the stick and the harvester - objects we find in common in these men.
Faces of lines drawn by an archipelago drifting in an ocean.
The thirds. The prayers. The faith. The quest for inner peace. The calming of earthquakes. The appeasing of storms. Eight days of communion with a force of nature, sacrificing the body by faith, purifying a mind by introspection.
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android