12:00 até às 19:00
Open studio: Miriam Simun | AiR Carpintarias 2018

Open studio: Miriam Simun | AiR Carpintarias 2018

  • Destaque
  • Evento terminado
Domingo, 27 de Janeiro, 12h-19h / Reabertura Carpintarias de São Lázaro: 25-27.01 / 02-03.02
Rua de São Lázaro 72 (ao Martim Moniz)


A AiR Carpintarias 2018 tem muito gosto em convidar para o OPEN STUDIO da artista em residência Miriam Simun a ter lugar no próximo dia 27 de Janeiro, a partir das 12h nas Carpintarias de São Lázaro, sendo parte do programa de reabertura do novo centro cultural. A AiR Carpintarias 2018 tem o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian.

A artista apresenta o vídeo YOUR URGE TO BREATHE IS A LIE, 2019, bem como abrirá as portas do seu atelier no espaço das Carpintarias de São Lázaro no qual trabalha desde dia 1 de Dezembro de 2018, para receber as pessoas interessadas e conversar sobre o seu trabalho.

A residência artística terminará com a apresentação do trabalho HOW CAN I BELIEVE WHAT YOU SAY WHEN I CAN FEEL WHAT YOU DO no primeiro fim-de-semana de Março de 2019, em torno do dia 2, com horário ainda a anunciar.


Miriam Simun, nasceu em Palo Alto, CA, EUA, em 1984.
Simun é uma artista interdisciplinar cujo trabalho se situa na intersecção entre ecologia, tecnologia, bem como o corpo. Ela trabalha em formatos múltiplos, inclusive desenho, escrita, performance, instalação, olfacto, vídeo e escultura.
A artista americana baseia a sua produção artística em trabalho de investigação, debruçando-se e refletindo sobre áreas como as implicações e resultados das mudanças sócio-tecnológicas e do meio ambiente.
Simun estudou na London School of Economics, e cursou o Interactive Telecommunications Program na Universidade de Nova Iorque. O seu trabalho foi já apresentado inúmeras vezes, com exposições como p.ex. New Museum em Nova Iorque, US; Museum of Arts and Design, Nova Iorque, US; DeutscheBank Kunsthalle, Berlim, DE; The Contemporary, Baltimore; Ronald Feldman Fine Arts, Nova Iorque, US; Museu de Belas Artes, Split, HR; Bemis Center for Contemporary Arts, Omaha, US; the Himalayas Museum, Shanghai, CN; e Beall Center for Art + Technology, Irvine, US.
Entre os vários prémios que a artista recebeu, encontram-se o os da Creative Capital Award, da Robert Rauschenberg Foundation, da Joan Mitchell Foundation e da Foundation for Contemporary Arts.
Das várias residencias realizadas nos últimos anos contam, entre outras, Headlands Center for the Arts Residency (2018), OMI International Arts Center’s (2016); Santa Fe Art Institute’s Food Justice Residency (2015).
O seu trabalho tem marcado uma forte presença na imprensa americana, mas também nos media internacionais, como BBC, The New York Times, The New Yorker, CBC, MTV, Forbes, Art21 e ARTNews.
Em Nova Iorque, a artista é representada pela Galeria Helena Anrather.
Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android