N/D
XXVI Festival Internacional de Teatro Cómico da Maia

XXVI Festival Internacional de Teatro Cómico da Maia

"Pela vigésima sexta vez, a Câmara Municipal da Maia organiza o Festival Internacional de Teatro Cómico, cuja produção cabe à Companhia de Teatro Art'Imagem. Esta edição, que contará com a participação de 25 companhias de teatro, oito portuguesas e as demais espanholas, mexicanas e alemãs, procurará fazer justiça à elevada e reconhecida qualidade das edições anteriores, e que neste período de início da lenta recuperação do abalo coletivo que provocou a pandemia, terá uma utilidade social redobrada, já que o humor é um dos mais importantes instrumentos ao serviço da humanidade e das condições mentais necessárias à resistência às adversidades. Este Festival, o FITCM, é um exemplo de perseverança e de aposta na qualidade, e a sua afirmação no panorama cultural nacional e internacional é já indiscutível e encaixa na perfeição no conceito moldador da política cultural da Câmara Municipal da Maia, que sem descurar a necessidade do lúdico, aposta em iniciativas que levam ao incremento dos níveis de cidadania, pelo o que tratam, questionam e fazem refletir, com o objetivo de fomentar a boa inquietação cívica, essencial a dinâmica social saudável e ao desenvolvimento integral do território."
O Vereador do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Maia Mário Nuno Neves

Dia 01 de Outubro, sexta-feira

18h00 O Carteiro - Thorsten Grütjen - DE/PT
Exterior do Fórum da Maia – Gratuito
M/6
20M
Gratuito
O carteiro é um funcionário muito dedicado, recentemente eleito funcionário do mês. Tira partido deste seu estatuto e apresenta o seu diploma. Carrega um embrulho de dimensões pouco normais em busca do destinatário certo. Criação e Interpretação Thorsten Grütjen

21h30 Prozak - Malas Compañias Zirko Taldea – País Basco/ES
Exterior do Fórum da Maia - Gratuito
M/6
55M
Gratuito
Estreia em Portugal
Através de uma família pouco convencional, mergulhamos num universo de situações disparatadas que, no entanto, nos conectam com o nosso lado mais humano. Oferecemos um antidepressivo saudável e eficaz: riso e emoção. O nosso próprio Prozak numa pílula espectacular. Um espectáculo para todos os públicos onde o humor e o circo se unem e as acrobacias, os movimentos aéreos e a manipulação de objetos nos remetem às tradicionais trupes circenses. Um olhar terno e cómico contra a exclusão e a estigmatização, que quer levar o espectador também a se sentir especial, diferente, louco.
Direcção Maite Guevara Assistente de Direccão Anduriña Zurutuza 2º Assistente de Direcção Txefo Rodriguez Intepretação Ariñe Azkue, Koldo Arakistan, Javier García “mimo”, Maite Guevara e Mikel Pikaza Figurinos Mónica Ausín Musica Original David Nanclares, Fran Lasuen Execução de Figurinos Peccata Minuta Cenografia Mónica Ausín Execução de Cenografia Peccata Minuta Imagem Mónica Ausín Ajuda Externa Pablo Ibarluzea, Asvin Lopez

22h30 Orgullo de Mujer – Malvaloca – Andaluzia/ES
Grande Auditório do Fórum da Maia
M/12
60M
Estreia em Portugal
"Orgulho de Mulher" conta a história de Violeta, uma mulher da atualidade, dedicada, forte, corajosa e "sem meias palavras", até encontrar o Amor e quando isso acontece é que começam os seus conflitos. O que acontece quando Violet recebe uma chamada? Talvez agora seja o seu momento, quando você assume o seu lugar dentro do coletivo LGTBI. A partir do momento em que sobe ao palco, vai trazer à tona todo o seu "Orgulho de mulher”, falando como só uma mulher na sua idade o poderá fazer, com tom sarcástico e humor crítico. Direção Artística Juana Casado Interpretação Antonia Gómez Com a colaboração de Ricardo Benfatto e Óscar Salamanca Dramaturgia Rocío Reyes Iluminação e Som Rafael Gómez Maquilhagem, cabeleireiro e Styling Israel Pavón Fotografia Jesús Rodríguez Produção Francesca Lupo Distribuição Belén Galiano Comunicação/Publicidade Rocío Claraco Secretaria Macarena Gutiérrez Gestão Rocío Reyes"

Dia 02 de Outubro, sábado
16h00 Sorrisos – Teatro Só - DE/PT
Exterior do Fórum da Maia
M/3
30M
Gratuito
Como se escreverá uma história de amor, de um amor que perdura no tempo, preenche uma vida até ao seu crepúsculo e que nunca acabará para aquele que ainda guarda o passado? Esta história de amor não se inspira a partir da morte heroica de Romeu e Julieta, mas sim na vida comum de um velho casal para quem o amor se consumou numa vida de sorrisos. A morte de um assombra de solidão a vida do outro. Uma solidão cuja força das lem-branças dá vida a fantasmas que não desistem de amar os que ficam, zelosos anjos de guarda, invisíveis amantes cujos beijos são feitos de vento. Aquele que partiu é agora invisível, porém a sua alma abençoa e habita o ar de quem o amou, aguarda o reencontro sabendo que a vida continua para quem fica.
Direção artística Sérgio Fernandes Interpretação Ana Gabriel e Sérgio Fernandes Composição musical Ferdinand Breil Músicos (gravação) Alexandre Barata, Merielou Jacquard e Pedro Rufino Máscaras Nuno Pino Custodio Figurinos Ana Baleia Cenografia Eddie Dorner e Luís Santos

21h00 Tosta Mista - O Malabarista - Thorsten Grütjen - DE/PT
Exterior do Fórum da Maia
M/6
20M
Gratuito
Thorsten Grütjen, mais conhecido como Tosta Mista - o Malabarista, é um excêntrico manipulador de objetos, um cómico surreal, um virtuoso intérprete de personagens “simples”. Um espectáculo com muita técnica e gags e com um grande espaço dedicado ao improviso em estreita comunicação com o público. Criação e Interpretação Thorsten Grütjen

21h30 Quixote – Pedras de Cartón – Galiza/ES
Grande Auditório do Fórum da Maia
M/6
55M
Estreia em Portugal
A bicicleta em que Don Quixote anda é o seu cavalo Rocinante e o triciclo de Sancho Pança o seu burro Rucio. No fundo ficará pendurado um pano azul que cobrirá todo o palco e sobre o qual serão reproduzidas as cenas diurnas ou noturnas. Don Quixote é o segundo espectáculo de Pedras de Cartón. Desta vez, eles tratam a mais famosa obra de de Cervantes numa abordagem cómica. Com uma estética inspirada no clássico clown (ao estilo de Fellini), exploram as cenas mais icónicas da relação antagônica entre Dom Quixote e seu escudeiro Sancho.
Direção Laura Sarasola Interpretação Juan Rodríguez e Pablo Sánchez Figurino Diego Valeira Música David Gonzalez

23h00 Ouve-me de Perto como se Te Tocasse - Diana Sá
Centrarte
M/12
70M
Este espetáculo resulta de um processo pessoal durante o período de confinamento. Prende-se com proximidade e distância. Quando estamos realmente perto? Estando perto não estaremos necessariamente próximos. Quando a intimidade existe mas tem de ser gerida sem toque. Só com palavras e olhares. Pensar numa nova forma de trabalhar a intimidade. Uma intimidade interrompida por barreiras físicas. Serviu também de inspiração o modelo de visitas das cadeias americanas. Quando há tanto para dizer ao outro, a proximidade é muita, mas o toque é impossível e a privacidade é quase nula. É sobre isto este espetáculo. Sobre o que é a distancia. Cada um dos atores tem uma coisa para dizer a alguém que precisa de a ouvir. Os próprios textos definem a relação entre ator e espectador. São feitas confissões, declarações, negócios obscuros que mexem com a intimidade e o segredo.
Conceção e Encenação Diana Sá Texto Eduardo Brito Cenografia Patrick Hubmann Sonoplastia e responsável técnico João de Guimarães Interpretação Ana Simões, Gonçalo Fonseca, Íris Soares, José Ribeiro e Valdemar Santos

Dia 03 de Outubro, domingo
16h00 Punkedemia - Peter Punk Pallaso – Galiza/ES
Exterior do Fórum da Maia
M/6
60M
Gratuito
Estreia em Portugal
Peter Punk está de volta para se tornar o Doutor Punkdemia. Apresenta-nos um show viral no qual, em 4 fases, nos vai mostrar sua visão particular da pandemia. Neste espectáculo adaptado ao novo normal, veremos como um palhaço se veste para se proteger da pandemia, faz malabarismos com o coronavírus e assistiremos a uma nova técnica para expelir o vírus do nosso corpo usando balões de forma surpreendente. Teremos a ajuda do Tranquilo, um velho amigo do Peter Punk sempre pronto a colaborar. E, finalmente, daremos a volta na curva para descobrir a Vacina do Riso. Subiremos na Corentrona, um quadril rodado no qual Peter Punk mostrará suas habilidades e desceremos a rampa da desaceleração para vencer a parede de cortes orçamentais. Será ele capaz de derrubá-la?
Criação e Interpretação Isaac Rodríguez Miranda “Peter Punk”

21h00 Sr. Vitorino – Victor Valente - PT
Exterior do Fórum da Maia
M/6
20M
Gratuito
O Sr. Vitorino nasceu em Las Veigas. Não confundir com Las Vegas, USA, mas Las Veigas, lugar próximo de Rio das Cavacas, Trás os Montes. Um Mágico com um brilhante percurso artístico de onde se destacam os Bombeiros Voluntários de Quebrantões ou as festas em honra de Santa Eulália na freguesia de Covilhães de Baixo. Várias vezes premiado... na raspadinha e no totoloto e um prémio internacional do Euromilhões que lhe permitiu construir
este espectáculo.
Criação e Interpretação Victor Valente

21h30 Dreaming Juliet – Elefante Elegante – Galiza/ES
Grande Auditório do Fórum da Maia
M/12
75M
Dreaming Juliet é inspirado em “Romeu e Julieta” de William Shakespeare e aborda a questão mais essencial da existência humana: O Amor. Com uma linguagem visual alicerçada no teatro de movimento, na música interpretada ao vivo e na dança, DREAMING JULIET elabora uma poética universal da paixão. Na peça original os protagonistas vivem um amor proibido e idealizado, condenado pelas famílias de ambos. A sua intensa relação tem uma curta duração e um funesto final. Mas imaginemos que Romeu e Julieta não tivessem morrido e que o principal obstáculo à sua relação não fosse a oposição das suas famílias mas sim as adversidades constantes das rotinas do mundo contemporâneo. Quais seriam os sonhos de Julieta? Como envelheceria Romeu? Que lugar nas suas vidas ficaria disponível para o amor?
Vencedor do Melhor Figurino do Prémio de Teatro Maria Casares de 2021
Criação e Cenografia Gonçalo Guerreiro Direcção Artística María Torres e Gonçalo Guerreiro Direcção de Actores Pablo Sánchez Interpretação María Torres, Gonçalo Guerreiro, Marta Alonso e Nacho Martín Música Miguel Paz, Gonçalo Guerreiro e Nacho Martín Figurinos Diego Valeiras Iluminação Germán Gundín

Dia 04, segunda-feira
21h00 O Castelo Assombrado – Marionetas Rui Sousa - PT
Exterior do Fórum da Maia
M/6
20M
Gratuito
Teatro tradicional de marionetas de luva/fantoches Partindo de uma das histórias mais populares e cómicas de teatro de marionetas de rua, 'O castelo dos fantasmas', em 2011, depois da estreia em 2010 de 'O Barbeiro', adaptei 'O castelo assombrado'. Inúmeras tropelias e rábulas entre o herói Dom Roberto e os vigilantes de um castelo, onde a sua namorada Rosa é prisioneira. O público pode esperar deste espectáculo de Teatro Dom Roberto, um sem fim de peripécias cómicas onde o herói popular leva sempre a melhor. Um espetáculo para toda a família, ou melhor... para crianças dos 3 aos 103 anos de idade. Criação e Manipulação Rui Sousa Produção Marionetas Rui Sousa

21h30 Napoleão ou o Complexo de Épico – Companhia do Chapitô - PT
Grande Auditório do Fórum da Maia
M/12
105M
Na procura de entender o homem que foi Napoleão e o fenómeno em torno de si criado, debatemo-nos entre o fascínio e o repúdio. Lança-nos questões políticas e sociais, que mantêm a suaactualidade e pertinência. A sua ambição pessoal, audácia e determinação levaram-no longe, expandindo territórios, apropriando-se dos ideais da Revolução Francesa. Mais tarde, reaproxima-se de valores aristocráticos que antes repudiara, centraliza em si o poder e autoproclama-se Imperador. A sua força de vontade era única. A sua queda foi proporcional à sua ascensão. Uma vida romanesca, que reúne todos os ingredientes para uma boa história. Muito é e continuará a ser dito sobre Napoleão Bonaparte, caberá ao público julgar ou celebrar a figura histórica, o homem que foi Napoleão. A nós cabe-nos a tarefa de contar, procurando com humor e poesia, os reversos da história. Porque todas as moedas têm duas faces: cara ou coroa
Criação Companhia do Chapitô Encenação Cláudia Nóvoa e José C. Garcia Dramaturgia Ramón de Los Santos Interpretação Jorge Cruz, Susana Nunes e Tiago Viegas Direcção de Produção Tânia Melo Rodrigues Sonoplastia Sílvio Rosado Figurinos Cláudia Nóvoa e Glória Mendes Desenho de Luz José C. Garcia e Saturnino Rodrigues Design Gráfico Sílvio Rosado Fotografias de Cena Frank Saalfeld Divulgação Cristina Carvalho Motion Design Sofia Serrazina Video Spot Joana Domingues e Bruno Gascon

23h00 Terra – Trigo Limpo/Teatro Acert - PT
CENTRARTE
M/12
45M
No princípio era a Terra e o Universo a rodar à sua volta. No palco, três atores e muitas personagens, uma narrativa que ecoa as discussões televisivas de tantos horários nobres a partir de textos de vários autores, por exemplo Ricardo Araújo Pereira, entre outros. Terra faz desfilar em palco as muitas discussões sobre o planeta que habitamos, da descoberta de Galileu à alucinação dos terraplanistas, colocando a ciência e a conspiração igualmente equipadas de argumentos prontos a esgrimir. Rimos e continuamos a reflectir sobre quem somos e o que vamos fazendo, sobre quem queremos ser e o que poderíamos fazer de modo diferente. Texto Vários autores Dramaturgia Pompeu José e Raquel Costa Encenação Pompeu José Assistência de Encenação Raquel Costa Interpretação António Rebelo, Ilda Teixeira e Pompeu José

Dia 5, terça-feira - FERIADO
16h00 De Risa en Risa - Aziz Gual - México
Exterior do Fórum da Maia – Gratuito
M/6
60M
Gratuito
“De Risa en Risa” é um divertimento, uma viagem lúdica. É um espetáculo com o virtuosismo do palhaço profissional que leva o seu público, infantil e adulto, pelo caminho misterioso do riso, desde o mais subtil até à maior gargalhada. Aziz percorre uma emocionante sequência de números de palhaços, entrelaçados por actos de destreza circense, com elementos excêntricos (monociclo, equilibrismo, malabarismo e instrumentos musicais). Por fim Aziz irá procurar a sua personalidade em várias máscaras e através de um jogo de contrastes surpreendentes se encontrará a si mesmo. A interação com o público é a chave mágica na técnica do palhaço, este espetáculo ostenta isso.
Criação e direção Aziz Gual Clown Aziz Gual Guilherme Magalhães Sonoplastia Inês Neiva Produção Maria Mar

21h00 Chungo que te Cagas – Peter Punk Pallaso – Galiza/ES
Exterior do Fórum da Maia - Gratuito
M/6
20M
Gratuito
Este foi o espetáculo no que Peter Punk começou a sua andança como palhaço. Nele perfila a sua personalidade divertida e irreverente que causará o deleite de crianças e adultas, criando um universo próprio no que a linha de trabalho é a diversão, o jogo e uma visão muito pessoal do mundo. Mostrará a sua destreza (ou não) com elementos que vão aparecendo da sua mala: bolas, um prato chinês, fachos de lume e o clássico lançamento de torta reinventado no mais puro estilo deste irreverente palhaço internacional. O seu particular “Chungo que te cagas!” é o “Mais difícil ainda!” do circo clássico. Este é o espetáculo mais universal e versátil, perfeito para qualquer tipo de espaço e público.
Criação e Interpretação Isaac Rodríguez Miranda “Peter Punk”

21h30 Fabiolo Connection - Fabiolo Productions – Madrid/ES
Grande Auditório do Fórum da Maia
M/12 90M
Estreia em Portugal
Fabiolo, o chique mais irreverente dos cinco continentes, é contratado para dar aulas de ténis à filha de um rei poderoso dos Emirados Árabes. Subjugado por uma atmosfera de mil e uma noites, o nosso posh preferido vai descobrir o sentido da vida e da exploração do petróleo, tornando-se ele mesmo um profeta do sucesso e do bom gosto. Cansado de ser um "perdedor"? Quer finalmente ser um "vencedor"? De que está então à espera para fazer a sua própria travessia do deserto? Fabiolo espera-o com sua raquete ... ele só precisa das suas bolas ... de ténis.
Autor Rafa Maza e Alberto Gálvez Interpretação e Cenografia Rafa Maza Figurino Rafa Maza Luz Fernando Medel

dia 6, quarta-feira
21h00 Pés Descalços – Companhia XPTO - PT
Exterior do Fórum da Maia – Gratuito
M/6
20M
Gratuito
Duas personagens desesperadas por encontrar um meio de subsistência, lançam-se à rua e com eles trazem um espetáculo sem precedentes, em que cobras dançam pelo palco, pregos são engolidos e pés descalços passam por brasas quentes. Pelo menos era essa a ideia… Um espetáculo divertido, dinâmico, entre técnicas circenses e teatro físico, onde o perigo está em constante ausência.
Criação e Interpretação Tiago Costa e Nuno Dores

21h30 Celestina Infernal – Teatro Corsario – Castela e Leão/ES
Grande Auditório do Fórum da Maia
M/16
65M
Estreia em Portugal
Celestina Infernal é um espetáculo para adultos representado por marionetas quase humanas em torno de uma das personagens mais proeminentes da cultura universal. Aqui não falta amor apaixonado (com surpreendente erotismo), violência, morte e humor negro. Celestina é uma bruxa. Uma mulher sábia que sobrevive agindo como uma vil reparadora de virginianos e especialista em ervas. Mas não é menos verdade que ela usa procedimentos obscuros para alterar e perverter as vontades. Celestina não está a brincar quando invoca o demónio gigantesco que habita o submundo. Quando ela tenta desesperadamente ser jovem novamente e aproveitar os prazeres que perdeu, ela recebe uma missão importante: fazer Melibeia apaixonar-se por Calisto. Celestina infernal faz a sua aparição.
Autor e director Jesús Peña Actores-manipuladores Olga Mansilla, Teresa Lázaro, Miguel Jerez, Alfonso Peña Música original Juan Carlos Martín Desenho de luz Xiqui Rodríguez Desenho de som Xabi Sainz Desenho e realização de marionetas Teatro Corsario

dia 7, quinta-feira
21h00 Oli´ginal – Oli and Mary - PT Exterior do Fórum da Maia - Gratuito M/6 20M Gratuito
Oli´ginal é um desenrolar de situações criadas com e para o público.
Oli sai á rua e através da sua sensibilidade e destreza começa uma viagem poética movida pelo circo e inspirada no cinema mudo. Um espetáculo oliginal de linguagem universal.
Criação e Interpretação Rui Ferreira

21h30 Greenpiss – Yllana – Madrid/ES
Grande Auditório do Fórum da Maia
M/12
90M
Estreia em Portugal
Greenpiss, uma sátira hilariante sobre a ecologia, o futuro do nosso planeta e a sobrevivência da nossa própria espécie. Aquecimento global, uso abusivo de plásticos, consumismo galopante, o desaparecimento de milhares de espécies de animais e a possível extinção de nossa própria espécie, são o ponto de partida desta nova loucura teatral de Yllana. Quatro atores em estado de graça desdobram-se em inúmeras personagens, de políticos a pinguins, para abordar um problema que está na boca de todos e ao qual Yllana oferece uma receita clara para combatê-lo: humor negro e sem barreiras que não deixará ninguém indiferente.
Ideia original, criação e direcção Yllana Interpretação Fidel Fernández, Luis Cao, Juanfran Dorado e Jony Elías Cenografia Carlos Brayda Figurino Tatiana de Sarabia Desenho de som Luis López de Segovia (Oelstudios) Desenho de Luz Fernando Rodríguez Berzosa Construção de cenografía e adereços Scnik Movil, Gonzalo Gatica e Rafael Suárez Arata (Arte e Ficção) Assessor de magia Willy Monroe Técnicos Miguel Ángel García e Aitor Aguado Direcção de Produção Mabel Caínzos Produção Ramón Sáez, Fran Álvarez e Isabel S. Huertes Design gráfico Daniel Vilaplana Fotografia Julio Moya Música original Marc Álvarez Coreografia Elena Mora “Nani” Comunicação e Imprensa Rosa Arroyo e Julia Ottone

dia 8, sexta-feira
21h00 Circo Ambulante – Companhia XPTO - PT
Exterior do Fórum da Maia – Gratuito
M/6
20M
Gratuito
É um espetáculo itinerante dedicado a todo o tipo de público, onde existem domadores de “animais”, faquires, malabaristas, mágicos, equilibristas e muito mais. Todas estas personagens são feitas por apenas dois artistas, construindo, assim, o imaginário do circo em qualquer lugar... Com mudas constantes de adereços e figurinos aos olhos de todos, este circo promete muitas gargalhadas de alguns, muitos momentos de suspense para outros, e claro, muita boa disposição!
Criação e Interpretação Tiago Costa e Nuno Dores

21h30 Estrela do Dia – Producións Teatrais Excéntricas – Galiza/ES Grande Auditório do Fórum da Maia M/12 85M Estreia em Portugal
Estrela do dia é uma visão atualizada dos milagres de Santa Maria aplicada aos problemas atuais. Problemas surpreendentemente semelhantes aos do século XIII. Desfilarão novamente diante de nossos olhos, neste retábulo do século XX, diversas situações: os soldados a fugir da guerra; a jovem forçada a casar com quem ela não quer; os que são expulsos de suas casas e são tratados como gado; os prisioneiros por roubarem comida; a freira que foge do convento; aquela que, cansada deste mundo, quer viver no outro sem morrer; aquela que perde uma bola e daria o que tem para continuar a jogar; aquela que foge da manada de brutos que a persegue; aqueles que preferem a companhia do animal a qualquer humano; aquele que procura curar a doença mortal... Dramas resolvidos pela intervenção milagrosa de Maria com aparências dignas da melhor vedeta de varietés.
Dramaturgia Quico Cadaval Direcção Marcos PTT Carballido Assistente de Direcção Carlos Santiago Interpretação Evaristo Calvo, Rocío González, Víctor Mosqueira e Patricia vázquez Espaço Cénico Laura Iturralde Figurino Uxía Vaello Música Nacho Muñoz Desenho de Som Xurxo Piñeiro Execução Cenográfica e Adereços Ezra Moreno Direcção Técnica Octavio Mas Maquinaria e Som Pepe Quintela Design Gráfico Alberto Guitián Fotografía Sabela Eiriz Vídeo Marghe Morello_16 thunders Direcção de Produção Rubén G. Pedrero

23h00 Sex o No Sex - Oihulari Klown – País Basco/ES
CENTRARTE
M/16
75M
Pauxa é uma palhaça que se questiona sobre a vida, a morte e o sexo. Encarando as pessoas na plateia como cúmplices e testemunhas das suas reflexões delirantes, ela partilha as suas diferentes opiniões em torno das temáticas sexuais e confessa as suas preocupações sobre as relações humanas em geral e a dificuldade de gerir relacionamentos saudáveis. Neste espetáculo, Virginia Imaz presenteia-nos com humor e ternura, mais uma vez, graças ao jogo do palhaço, temas como as regras, a masturbação, a complicada relação com o próprio corpo, o primeiro beijo, a relação, o orgasmo... e, em geral, o assunto pendente do prazer sem culpa. Trata-se de uma proposta lúdica que tem como referência os nossos hábitos – ou falta deles – em relação ao sexo e, como tem vindo a ser habitual nas criações de Oihulari Klown, surge a partir de uma perspetiva de género.
Autor, Direcção e Interpretação Virginia Imaz Ambiente Sonoro Oihulari Klown

dia 9, sábado
16h00 Hotel la Rue – Totonco Teatro – Madrid/ES]
Exterior do Fórum da Maia
M/6
45M
Gratuito

Manuela vende violetas nas ruas onde estaciona a casa móvel e Miguel intercala a reparação de máquinas a vapor com a música que sai do gramofone no aconchego do lar. Dois caminhos que se cruzam quando uma casa móvel sofre um acidente e a porta de Miguel surge como única opção. Uma vez aberta a porta, surge o encontro inesperado entre um indigente nómada e o engenheiro rico que vai mudar os mundos de ambos. Direcção Sergio López Interpretação Victoria Candel e Alex Torregrosa

21h00 MaryTypical – Oli and Mary - PT
Exterior do Fórum da Maia
M/6
20M
Gratuito
Mary apresenta-se de Gala para a mais típica gala das Galas!
Luzes, câmara, acção! Passadeira vermelha, paparazzis e guest list, tudo pronto para receber a Diva. Momentos absurdos de comédia, canto e encanto Criação e Interpretação Mariana Schou

21h30 Herência – La Industrial Teatrera – Catalunha/ES
Grande Audtório do Fórum da Maia
M/6 60M Estreia em Portugal Duas personagens num aterro sanitário... uma jornada terna e divertida para transformar nosso patrimônio. E que herança queremos deixar? Herência é um espectáculo que convida à reflexão sobre o mundo em que vivemos e que queremos deixar. Criação La Industrial Teatrera (Mamen O. y Jaume N) Clowns Jaume Navarro i Mamen Olías Direcção Jordi Purtí Assistente de Direcção Natalia Méndez Cenografia Jordà Ferrer (Antigua i Barbuda) Adereços Marta Soto Insuflável Patx-work Figurino Mamen Olías y Rosa Solé Fotografia Pere Virgili Vídeo Julian Waisbord

23h00 Quando Vai Carmen fazer Lady Macbet? – Teatro dos Aloés - PT
Centrarte
M/14
60M
Carmen tem o sonho de fazer os papéis femininos mais famosos das peças de Shakespeare e combina com o público só lhes retirar uma hora da sua atenção. E dado que o tempo é hoje o bem mais precioso, ela firma um contrato muito sério. Nem mais do que um segundo da vida lhes retirará com a sua interpretação, posta em monólogo. Não perdendo o facto de ser uma Clown, ela sela este contrato, prometendo dar o seu máximo no cumprimento de todas os trechos e tarefas, que afincadamente preparou para dar a mostrar.
Direção Nuno Pino Custódio Interpretação Elsa Valentim Música José Peixoto Figurino Rafaela Mapril Imagem e cenografia João Rodrigues Operação técnica Rafael Ribeiro Produção executiva Daniela Sampaio

dia 10, domingo
16h00 Saaabor! - Culturactiva
Exterior do Fórum da Maia
M/6
75M
Gratuito
Saaabor! é um espetáculo de comédia que mistura música, magia, humor, ritmo e a participação do público, tendo como pano de fundo o mundo da gastronomia. Os protagonistas transformam-se em dois chefs renomados que nos oferecem pratos para todos os gostos: da comida mais prática e simples à mais elaborada, sem esquecer o vinho e a sobremesa, preparando um saboroso cardápio para toda a família.
Prémio do público Festiclown 2018.
Direção Avelino González Assistente de Direção Celina Fernández Interpretação Félix Rodríguez e Fran Rei Cenografia Kukas Acessor mágico Dani García

21h00 Fios Magicos – Marionetas Rui Sousa - PT
Exterior do Fórum da Maia
M/6
20M
Gratuito
Os Fios são Mágicos quando puxados na intensidade certa dando o movimento exacto à marioneta, que ao se mover encanta o público no seu esplendor entre poesia e humor. Neste espetáculo contamos com variados quadros, em formato solo de manipulação, onde artistas em ponto pequeno encantam com suas formas, expressões e cores. Podemos ver as apresentações de um músico de rock, um macaquinho com ambições maiores que a sua realidade, um vampiro apaixonado por uma morta-viva, e muitos mais pitorescos sketches.
Criação e Manipulação Rui Sousa Produção Marionetas Rui Sousa

21h30 Lubbert – Inda Pereda – Catalunha/ES
Grande Auditório do Fórum da Maia
M/16
60M
Antes que os jardins do Éden fossem pisados por Adão e Eva, Deus tinha um plano ... Lubbert Dash, o primeiro esboço de um ser humano na Terra. Lubbert adora o seu jardim. Ele adora explorar mundos imaginários no seu jardim ... mundos imaginários com personagens grotescos ... situações loucas e imagens surreais no seu jardim encantador e absurdo. Lubbert não conhece fronteiras; na verdade, Lubbert não conhece a palavra.
Espetáculo de comédia gestual inspirado na sua pintura favorita: "O Jardim das Delícias Terrenas" de Bosch.
Criação, Direcção e Execução Inda Pereda Olhos externos Flavia Bertram, Margherita Franceschi e Mariana Tucci Coreografia Laura Obiols Figurino Alba Gabarró Iluminação / design de som Meritxell Pérez Design gráfico Marc Ávila Fotografia Justin P. Brown

FICHA TÉCNICA
Promotor Câmara Municipal da Maia, Pelouro da Cultura
Coordenação executiva Sofia Barreiros
Assessoria e Gestão de Espaços Conceição Couto, Carla Araújo e Vitor Silva
Gestão de Bilheteira Conceição Ribeiro, Hélia Gonçalves e Paula Jesus
Apoio às Redes Sociais e Imprensa Adriano Freire
Apoio Técnico Luz e Som Nuno Marinho, Rui Sobral e Vasco Ferreira
Produção e Programação Teatro Art´Imagem
Direcção Artística José Leitão
Assistência de Programação Daniela Pêgo e Sofia Leal
Direcção de Montagem Pedro Carvalho
Direcção de Produção Sofia Leal
Produção Executiva Daniela Pêgo e Zé Pedro
Apoio à Produção Flávio Hamilton, Pedro Leitão, Isabela Sá e Matilde Carvalho
Design Gráfico Tiago Dias
Imagem Gráfica da autoria de Yue Minjun
Música Original Carlos Adolfo
Vídeo Promocional André Rabaça
Fotografia Nuno Ribeiro
Registo de Vídeo e Pós-Edição LuisLima Production
Tradução Língua Gestual Portuguesa Claúdia Braga
Coordenação Técnica Wilma Moutinho
Técnico Electricista João Branco
Técnicos de Luz André Rabaça, Cláudia Valente e Luís Ribeiro
Técnicos de Som Rodolfo Sá Pereira, João Monteiro e Bruno Boaro
Técnicos de Palco Bruno Boaro e José Lopes
Programação sujeita a alteração

Outras Actividades
Cartazes das 26 edições do Festival Internacional de Teatro Comico da Maia
Galeria Fórum da Maia
Cartazes da Programação da 26º edição do Festival Internacional de Teatro Comico da Maia
Exterior do Fórum da Maia

INFORMAÇÃO DE BILHETEIRA

. Fórum da Maia
Segunda a Sexta-Feira
09h00 - 12h30 / 14h00 - 17h30, e uma hora antes de cada espetáculo

. Biblioteca Municipal da Maia
Segunda-Feira: 18h00 - 22h30
Terça-Feira a Sábado: 09h30 - 22h30

. Unidade de Turismo
Segunda a sexta feira – 9h00 às 18h00
Sábado e Domingo - 10h00 às 17h00
Encerra aos feriados

. Bilheteira Online
https://forummaia.bol.pt

- Bilhete por espetáculo: 5,00€
- Passe Festival: 50,00€ (acesso a todos os espetáculos)
- Passe Fidelidade: 12,00€ (acesso a 3 espetáculos)

Informações adicionais:
- Os lugares destinados à mobilidade reduzida apenas podem ser adquiridos nas bilheteiras locais: Fórum da Maia, Biblioteca Municipal e Unidade de Turismo;
- Os Passes Festival e Fidelidade apenas podem ser adquiridos nas bilheteiras locais: Fórum da Maia, Biblioteca Municipal e Unidade de Turismo;
- Grande Auditório: após o início do espetáculo só é permitido o acesso ao balcão, não havendo lugar à devolução do valor do bilhete.
- Café Concerto: após o inicio do espetáculo não é permitido a entrada na sala, não havendo lugar à devolução do valor do bilhete.

Contactos
Câmara Municipal da Maia
Fórum da Maia
Rua Eng.º Duarte Pacheco, nº 131 Maia
t. 229408643 I infocultura@cm-maia.pt
https://www.facebook.com/culturamaia
culturamaia.cm-maia.pt
Teatro Art’Imagem
t. 222084014 | 917691753 | 910818719
teatroartimagem@teatroartimagem.org
www.teatroartimagem.org
https://www.facebook.com/teatroartimagem

Fonte: https://www.cm-maia.pt/institucional/agenda/evento/xxvi-festival-internacional-de-teatro-comico-da-maia
Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android