N/D
'Os Maias - uma visão insular'

"Os Maias - uma visão insular"

Os Maias – Uma Visão Insular

Em 1903, quando jovem estudante em Coimbra, José Bruno Tavares Carreiro apaixonou-se de tal modo pelo romance de Eça de Queirós, Os Maias, que escreveu uma peça de teatro baseada nos amores de Maria Eduarda e Carlos da Maia. Após quarenta anos, durante os quais pensou ter perdido o manuscrito original, acabou por ser surpreendentemente contactado, com um pedido de quem o adquirira, num leilão. São estas as palavras emocionadas do autor, em missiva ao seu amigo Vitorino Nemésio:

“pelo último vapor, recebo como uma esmola uma carta de Robles Monteiro, a dizer-me que ele e a Amélia Rey Colaço querem por a peça em cena no Nacional! Caí das nuvens e nessa posição me conservo!”

Oferecemos ao público, testemunhos do manuscrito, provas fotográficas e programas autografados pelos atores, recortes de jornais, correspondência trocada e outras recordações – documentos do impressionante Arquivo Tavares Carreiro – convidando-o a disfrutar de mais esta viagem epocal, que vos proporcionamos com prazer.

Esta Mostra esteve patente no Centro Comercial Parque Atlântico, entre 9 e 24 de julho, tendo sido inaugurada com a presença de figurantes do século XIX, recrutados entre funcionários da BPARPD e da AJURPE, que recriaram a ambiência da época do romance original.

Está agora patente na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada até 25 de setembro de 2021.

Fonte: http://www.culturacores.azores.gov.pt/agenda/default.aspx?id=38540
Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android