13:30 até às 18:00
“O princípio, o meio e o resto – Olhos nos olhos com os deslocados de Cabo Delgado”

“O princípio, o meio e o resto – Olhos nos olhos com os deslocados de Cabo Delgado”

Grátis
“O princípio, o meio e o resto – Olhos nos olhos com os deslocados de Cabo Delgado” é o nome da exposição de fotografias e textos de Carlos Almeida, coordenador de projetos da Helpo em Moçambique, que abre as suas portas a visita de 16 de julho a 30 de julho, na Casa dos Açores do Norte, no Porto, de segunda a sexta-feira, das 13h30 às 18h00.

Visita gratuita, mas sujeita a inscrição.

Numa iniciativa conjunta da ONGD Helpo e da Casa dos Açores do Norte, esta exposição dá a conhecer o quotidiano dramático e as histórias de vida de pessoas deslocadas em Moçambique, na sequência dos ataques armados que há 3 anos assolam a província de Cabo Delgado.

Simbolizando os 14 anos de trabalho da Helpo no norte de Moçambique, foram selecionadas 14 fotografias, acompanhadas pelos respetivos textos, que revelam, numa perspetiva simultaneamente documental e emotiva, a situação de emergência em que vivem mais de 700 mil pessoas deslocadas de Cabo Delgado e a intervenção da Helpo no apoio a estas populações.

Carlos Almeida, autor das fotografias e dos textos, vive e trabalha desde 2010 no norte de Moçambique, e expõe pela primeira vez a título individual. Estas imagens foram recolhidas em Cabo Delgado e Nampula, durante o trabalho de terreno no apoio aos deslocados internos. 

A exposição tem também um cariz solidário uma vez que, com um donativo mínimo de 100€, é possível adquirir uma das fotografias da exposição (impressão limitada a 7 cópias por foto) e assim apoiar os projetos da Helpo no norte de Moçambique. 

Esta é também uma forma de continuar a chamar a atenção para a situação dramática em que vivem mais de 700 mil pessoas, metade das quais crianças, que se viram obrigada a fugir das suas aldeias para sobreviver aos ataques armados, e necessitam de ajuda urgente.

Sobre a Helpo:
A Associação Helpo é uma Organização Não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) que desempenha a sua atividade desde 2008 em Portugal, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau, chegando, atualmente, a cerca de 57.000 crianças. A sua atividade centra-se na promoção do desenvolvimento através da educação e da nutrição.
A Helpo atua em 101 focos de intervenção, através da construção de escolas, bibliotecas, creches, centros de nutrição, cantinas escolares, sistemas de aproveitamento de águas pluviais, formação comunitária, educação para a saúde, assistência e formação contínua. A ONGD financia estas atividades através de diversos programas, nomeadamente, Programa de Apadrinhamento de Crianças à Distância, donativos livres, projetos financiados por agências internacionais e empresas. 
Para saber mais sobre a Helpo: http://www.helpo.pt

Sobre a Casa dos Açores do Norte:
A Casa dos Açores do Norte (CAN) é uma instituição sem fins lucrativos, de utilidade pública, fundada em 6 de Março de 1980, com sede na rua do Bonfim, nº163, 4300-069 - Porto. É fundadora do Conselho Mundial das Casas dos Açores em 1997. Tendo sido distinguida em 2006 com a Insígnia Autonómica de Mérito Cívico da Região dos Açores.
A sua Missão: refletir, defender, promover e representar os Açores, os seus interesses dos Açorianos e as relações entre estes e o Norte de Portugal e Galiza.

Para saber mais sobre a Casa dos Açores do Norte: 
https://casasdosacores.org/casas-dos-acores/norte/
E-mail: norte@casasdosacores.org
Tlf/Tlm: 224904500/935269121

Para mais informações: 
Paulo Fernandes
E-mail: paulocunhafernandes@gmail.com
Tlm: 918064779
Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android