19:00 até às 20:00
Jovem Orquestra Portuguesa

Jovem Orquestra Portuguesa

Exílio

«“Irás trazer de volta a ressonância e música, à minha vida solitária (…)”, escreveu Robert Schumann. Música, ressonância, solidão, tempo, expectativa, mudança. Três meditações sobre o exílio, produzidas durante períodos distintos de retiro e solidão. Inspiração para uma vida inteira de escuta, Haydn produziu algumas das suas mais extraordinárias páginas nas três décadas de isolamento ao serviço da família Esterházy. A originalidade da forma, a intensidade da música (soturna, sombria), o ambiente, a textura. Elementos que nos transportam para uma viagem interior. Numa ante-estreia absoluta, TOYS ARE US (encomenda JOP 2021), o jovem compositor João Carlos Pinto (n. 1998) aceita o desafio de criar uma obra para um efectivo modular (podendo deste modo ser interpretada com uma orquestra de geometria variável, acolhendo as limitações de músicos em palco impostas pela actual pandemia), numa linguagem corajosa, experimental, utilizando a orquestra como balão de ensaio (lembramos a experimentação radical de Haydn em Esterházy), rasgando novos horizontes sem pudor. Uma sinfonia-meditação (sobre o silêncio interior?) escrita duas vezes (1841 e 1851), a transbordar de fantasia, ímpeto, introspecção, fragilidade, exaltação e esperança — uma viagem extraordinária das trevas para a luz (lembramos a Quinta Sinfonia de Beethoven). Ao longo de uma vida conturbada pela saúde mental e física, Schumann lembra com lucidez: “enviar luz às trevas dos corações da humanidade – esse é o dever do artista.”» – Pedro Carneiro

(o autor escreve segundo a antiga ortografia)

Fonte: https://www.ccb.pt/evento/jovem-orquestra-portuguesa/
Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android