N/D
música :: Banda Sinfónica de Alcobaça

música :: Banda Sinfónica de Alcobaça

31 de julho de 2021
A iniciativa Lugares Património Mundial do Centro – Rede Cultural 2.0 apresenta o concerto da Banda Sinfónica de Alcobaça (31 de julho | 21h00) na Cerca do Mosteiro de Alcobaça.

Com direção musical do Maestro Rui Carreira, a Banda Sinfónica de Alcobaça irá apresentar um reportório composto por obras de Manuel de Falla, Camille Saint-Saëns e Ígor Stravinski.

Os bilhetes gratuitos* para ambos espetáculos poderão ser reservados através do link - https://bit.ly/phcp21-bsa

Banda Sinfónica de Alcobaça Rui Carreira – direção musical Concerto Sinfónico
31 de julho de 2021 · 21h00 · Mosteiro de Alcobaça · Cerca

Obras de Manuel de Falla, Camille Saint-Saëns e Ígor Stravinski

Programa

• Manuel de Falla (1876 - 1946)
The Ritual Fire Dance from El Amor Brujo
Transc. Bram Wiggins

• Camille Saint-Saëns (1835 - 1921)
Concert Suite from Carnival of the Animals
I - Introduction and Royal March of the Lions
II – The Elephant
III – The Cuckoo far off in the Wood
IV - Fossils
V – The Swan VI – Finale
Arr. Geoffrey Brand

• Ígor Stravinski (1882 - 1971)
Ebony Concerto

• Ígor Stravinski (1882 - 1971)
Suite do Ballet O Pássaro de Fogo (1919) Transc. Randy Earles, Ed. Frederick Fennel

Ficha artística
Rui Carreira, direção musical

Biografias

Rui Carreira

É natural de Santa Eufémia, Leiria. Iniciou os estudos de Direção Coral com Eli Camargo Jr. em 1990. Frequentou vários Cursos Internacionais de Direção Coral com os Maestros Alain Langrée, Edgar Saramago, Ger Hovius, Hübert Velten. John Ross, Josep R. Gil, Lluis Virgili, Maite Oca, Montserrat Rios e Vianey da Cruz.
Frequentou, de 1999 a 2004, o Curso de Direção de Orquestra em Dijon (França) e, de 2004 a 2007, os Estágios Internacionais de Direção de Orquestra de Leiria, ambos sob orientação do Maestro Jean-Sébastien Béreau. No âmbito do Mestrado em Direção de Orquestras de Sopros, trabalhou com os maestros Felix Hauswirth, Mitchel Fennell e J. S. Béreau. Fundou o Coro da Casa de Pessoal do Hospital de Santo André e o CcC (Coro de Câmara Colliponensis), ambos de Leiria. Dirigiu os Corais do Orfeão de Leiria assim como o Coro de Câmara da Escola de Música do Orfeão de Leiria em colaboração com os maestros Mário Nascimento, Paulo Lourenço e Pedro Figueiredo.
Dirigiu diversos Workshops, estágios e cursos de direção. Colaborou com o Maestro J. S. Béreau na Direção da Orquestra Sinfónica de Leiria, dirigiu a Banda Sinfónica da GNR e o Grupo de Música Contemporânea de Lisboa, estreando obras de três compositores portugueses. Dirigiu o Ensemble Palhetas Duplas no Concerto Comemorativo do XI Aniversário com a obra Au Bois de Cise de J.S. Béreau e no concerto de homenagem ao Maestro J.S. Béreau. Desde 2002, dirige a Banda Sinfónica de Alcobaça.
Dirige a Orquestra de Sopros e é o diretor artístico dos Estágios de Verão da Orquestra de Sopros e Percussão da Academia de Música de Alcobaça.

Banda de Alcobaça / Banda Sinfónica de Alcobaça

A Banda de Alcobaça teve, na sua origem, um agrupamento musical composto apenas por instrumentos de metal, a Fanfarra Alcobacense (1900 a 1912), tendo alcançado um alto nível artístico-musical que lhe valeu o honroso título de Real Fanfarra Alcobacense, concedido pelo rei D. Carlos e pela rainha Dona Amélia.
Após a extinção da Real Fanfarra Alcobacense, a 19 de março de 1920 é fundada a Banda de Alcobaça que durante quase 40 anos de atividade atua em todo o território nacional. Depois de um interregno de 28 anos, ressurge em novembro de 1985, graças ao empenho de um grupo de alcobacenses que, para o efeito, criou uma escola de música, cujos frutos levam à sua afirmação no panorama musical português, não só pela qualidade dos seus jovens músicos, mas também devido ao repertório executado, mais próximo de uma orquestra de sopros ou mesmo de uma banda sinfónica do que de uma banda filarmónica tradicional.
Foi, por isso, natural a evolução para uma banda de concertos, totalmente assumida pela recente designação Banda Sinfónica de Alcobaça, explorando o repertório específico para este tipo de formação, por um lado, e apostando em obras de compositores portugueses contemporâneos, por outro.
Nos últimos anos, a participação em concursos nacionais e internacionais, onde foi premiada por diversas ocasiões, consolidou a evolução artística do seu corpo musical, composto por alunos avançados da Academia de Música de Alcobaça (a componente pedagógica é um dos seus principais objetivos), alunos dos cursos superiores de música e ainda músicos amadores que, através deste agrupamento, mantêm uma forte ligação à música.
Uma outra vertente fundamental da sua atividade recente é a gravação de obras de referência para banda de concertos, tendo a Banda Sinfónica de Alcobaça editado até ao momento quatro discos, os últimos dos quais com a participação de vários solistas, alguns deles de referência nacional e internacional, que iniciaram os seus estudos musicais na própria Banda de Alcobaça.
São de salientar ainda as participações no Cistermúsica – Festival de Música de Alcobaça, onde tem apresentado concertos temáticos com assistências bastantes significativas para este tipo de agrupamento. A BSA tem o apoio da DGArtes.

Sobre os Lugares Património Mundial do Centro 2.0

Dar continuidade ao trabalho de valorização do património classificado pela UNESCO e reforçar o apoio aos agentes culturais são os principais objetivos da candidatura promovida pela Turismo Centro de Portugal cuja edição 2.0 apresentada em agosto de 2020.
O projeto articula, desde 2017, os municípios de Alcobaça, Batalha, Coimbra e Tomar numa rede de divulgação e dinamização cultural dos monumentos Património da Humanidade, localizados em cada um dos quatro municípios: os Mosteiros de Alcobaça e Batalha, o Convento de Cristo (Tomar) e a Universidade de Coimbra a Alta e Sofia.
As atividades e eventos culturais a realizar no âmbito desta rede têm financiamento até 300 mil euros, no quadro do Aviso N.º CENTRO-14-2020-12, sob a designação “Programação Cultural em Rede” do Programa Operacional Programa Operacional Regional do Centro.

* Reservas limitadas a 2 bilhetes por pessoa/endereço de email e à lotação da sala, estando sujeitas à confirmação da organização, por e-mail. Os BILHETES DEVERÃO SER LEVANTADOS NO DIA DO ESPETÁCULO, a partir das 16h00 ATÉ ÀS 20H30, nas instalações da Academia de Música de Alcobaça, Rua Frei António Brandão, n.º 38/44, R/C Loja Direita, 2460-047 Alcobaça.


:::::::::::::

Organização: Câmara Municipal de Alcobaça
#ACULTURAÉSEGURA
NOTA: ESPETÁCULOS SUJEITOS A CONFIRMAÇÃO MEDIANTE AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO PANDÉMICA

Fonte: http://www.cm-alcobaca.pt/pt/agenda/27162/musica--banda-sinfonica-de-alcobaca.aspx
Os eventos publicados estão sujeitos a adiamento ou cancelamento devido ao surto de Coronavírus. Recomendamos que confirme toda a informação junto do promotor oficial deste evento. Por favor contacte-nos se detectar que existe alguma informação incorrecta.
Download App iOS
Viral Agenda App
Download App Android